Entrar o registar-me
  /  
  /  
Discussão criada em 10/06/2010

Vacinação para aves

Fórum: Plano de vacinação para aves de postura

Quero começar com 50 galinhas e gostaria de informações sobre o plano de vacinação.
Muito obrigado

João da Cunha Neto
Brasil
Avicultor
(11612)
(9)
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
29/06/2010 |

Boa noite João. Segue um arquivo em anexo que tem um Programa de vacinação para aves, considerando a idade das galinhas e a via de aplicação da vacina. Lembre-se que algumas vacinas só deverão ser aplicadas conforme o nº de aves criadas e a região na qual a sua prpriedade está localizada. Qualquer dúvida, pode solicitar ajuda. 


Abraços e sucesso na sua criação!

Iracema M. de Carvalho da Hora

IDADE DOENÇA VIA
01 DIA Marek Subcutânea
07 -10 dias Newcastle Ocular / nasal
07 -10 dias Bronquite Ocular / nasal
20 dias * Bouba Membrana da asa (punção)
35 dias ** Newcastle Ocular / nasal / água
35 dias *** Bronquite Ocular / nasal / água
70 - 80 dias Coriza Intramuscular
90 - 100 dias Encefalomielite Água
110 - 140 dias Newcastle e bronquite Água / intramuscular
Coriza e pasteurelose Intramuscular
* Vacinar 2 vezes ao ano com amostra suave
** Vacinar a intervalos de 90 dias
*** Vacinar em regiões com a doença ou com alta concentração avícola.
Fonte: Universidade Federal de Viçosa-Faculdade de Medicina Veterinária

(2)
(0)
Marcelo de Souza Lima
down arrow
Itaberai, Goias, Brasil
Médico Veterinário
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
29/06/2010 |

Prezado amigo,
ao iniciar a sua criação, lembre-se sempre que vaciana deve ser realizada por lote, esse lote é composto de um número de animais e, as vacinas são produzidas para imunizar um certo número de animais cuja facilidade de vacinação seja priorizado, portanto, o número de animais criados pode ser menor que a quantidade de animais protegidos pela vacina.
Que quero dizer com isso? Que voce poderá diluir uma quantidade de vacina indicada para 100 animais e vacinar somente as 50 galinhas que pretende adquirir para iniciar a sua produção, ou, diluir 1000 doses e vacinar somente as 50 cabeças, devendo DESCARTAR o restante das doses não utilizadas.
Sabendo disso agora, fica mais fácil postar algumas sugestões a você.
Inicie a sua criação sempre preocupado com a PREVENÇÃO, nunca com o tratamento de qualquer doença e nesse princípio, duas coisas são muito importantes:
1- Higiene.
2- Calendário de Vacina.
Vale ressaltar que vacina não quer dizer ausência de doença, entenda que existira uma probabilidade maior de não ocorrer a doença pelo fato do organismo ter sido estimulado a produzir anticorpos para protegê-lo da doença, o que dependerá da cepa e da virulência, mas isso não vem muito ao caso, somente a título de informação.
Associado a essas duas variáveis importantes, existe o controle de BIOSSEGURANÇA, que são normas que impedirão o microorganismo chegar ao seu plantel, infectá-lo e provocar a doença. São normas de biossegurança:
- Não introduzir animais estranhos e sem procedência no meu galinheiro,
- Não permitir visitas cotidianas no meu galinheiro sem saber a procedência da última visita,
- Vacinar meu lote de acordo com o calendário de vacina para a região.
Ufa, que trabalheira somene para imaginar iniciar a criação, mas não se desepere, isso é muito fácil de implantar, depende de querer fazr certo.
Procure na sua região a prevalência de algumas doenças para que possa definir quais doenças deverei imunizar o meu plantel, isso um profissional médico veterinário e, somente ele, poderá lhe orientar. Essa preocupação se faz presente por que algumas doenças que não ocorrem na sua região após a vacinação, não mais poderão deixar d eser realizada devido a população de vírus vacinal que começa a replicar onde não existia. Exemplo: Bronquite.
Cuidado com o excesso de sugestões de vacinação, não é o número de vacinas que fará a proteção do seu lote e, sim, as vacinas mais indicadas para sua localidade. Mas também economia nesse quisito significa aumentar o risco.
Portanto, um bom profissional será de bom grado.
Qualquer dúvida em que posso lhe ajudar, meu e-mail é: marcelochapuleta@globo.com
Grande abraço e bons omeletes.

(0)
(0)
Romão Miranda Vidal
down arrow
Curitiba, Parana, Brasil
Médico Veterinário
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
04/08/2010 |

Srs.
Até que poderia ser louvável e positiva a informação postada pela nobre colega Dra. Iracema.
Mas surge uma questão relevante.
vacinação em qualquer patamar que se apresente, em relação aos animais destinados ao abate para consumo humano, devem, repito devem, ser coordenados, assistidos e orientados por um Profissional Graduado em Medicina Veterinária.
Este tipo de informação e orientação como exposto democraticamente pela ERGOMIX, fragiliza sobremaneira a conclusão positiva de uma ação que busca cobertura vacinal.
O que estamos notando é que este tipo de informação se assemelha muito a uma receia de bolo, de sobremesa.
Acredito que informações onde a Segurança Sanitária, a Segurança Alimentar e em especial as ditadas pelo MAPA e dentro dos ditames do CONSELHO FEDERAL DE MEDICIA VETERINÁRIA, exigem a presença in-loco deste profissional.
Afora isto, corre-se o risco de se adotado este tipo de orientação, podem ocorrer falhas de manuseio, de dosagem e de formas e vias de aplicação.
Atenciosamente.
Médico Veterinário Romão Miranda Vidal.
CRMV-PR-0039

(1)
(0)
Marcelo de Souza Lima
down arrow
Itaberai, Goias, Brasil
Médico Veterinário
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
08/08/2010 |

Bom dia Pessoal,
O comentário do professor e colega Romão se faz muito pertinente, uma vez que para um País que ocupa a liderança mundial emexportação de carne de aves, o status sanitário se faz necessário e sua vigilância fundamental.
Mas há o outro lado da moeda, que com a democraticamente, muito bem empregada pelo colega, temos que validar, que éo valor da informação através da internet, diminuindo distâncias e distribuindo saber, que, muito sabiamente colocada a observação, parece uma receita de bolo, mas creio que ainda é melhor que deixar o balconista de umaloja de produtos veterinários opinar, ou, um dito popular sem nehum fundamento técnico e científico.
Sabedor de que deveria estar presente o RT (Responsável Técnico) emtodo estabelecimento que comercializa produtos veterinários, essa cultura e esse profissional ainda não se faz presente conforrme contrato assinado com os proprietários, mas, como disse, essa cultura vai mudando e, graças a internet e a sites como esse, a informação vai passando, a cobrança vai aparecendo e nossa classe como tempo se consolidandocomo o elo mais forte da cadeia produtora de alimentos, pois, seguridade alimentaré coisa séria,lida com a vida do ser humano e temos responsabilidade por isso.
Portanto, com as devidas considerações sobre vacinação, como sempre fazemos, creio e acredito ser esse site e as perguntas dos leigos, uma excelente ferramenta de cominicação. 

Grande abraço a todos e Feliz dia dos Pais a todos.

(0)
(0)
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
08/11/2011 |

Boa Noite!
Gostaria de saber se existe vacinas para calopsitas, fiquei sabendo que elas precisam de vacinação, mais em Jacareí, ninguém saber me disser qual é a vacina me ajudem se possível. 

Abraço.

(0)
(0)
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
28/11/2011 |

Olá Boa Noite a todos os participantes!

Estou planejando iniciar criação de perus. Comprei alguns livros e já li muitos artigos pela internet. Sobre cuidados a serem adotados na vacinação, etc... Contudo, ainda permanece a dúvida quais as vacinas que devo aplicar e quando? Iniciarei minha criação por incubação artificial. Pretendo comprar ovos de peru galados. (Já construir a incubadora artificial). 


Qual a incidência de doenças no Rio de Janeiro para as aves em questão? Mais precisamente Vargem Grande.

Obrigado pela atenção.

Att,

Renato Frade

(0)
(0)
Jorge Peres
down arrow
, , Brasil
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
19/01/2012 |

Sou Jorge Peres, recem ingresso neste Site e, já posso observar que ao escolhe-lo, fui feliz em faze-lo.
As posições, informações e indicações sobre plano de vacinação são externadas por profissionais competentes e nota-se nitidamente que são pessoas que gostam do que fazem, Parabenizo-os por isso, ok? 

O caro amigo Renato Frade, morador de Vargem Grande - Zona Oeste do Rio de Janeiro, deixou aqui uma pergunta que também é de meu interêsse, qual seja: Qual incidencia de doenças que podem acometer aves - (Perus) na citada região? Faço de sua pergunta a minha. Poderia ser informado?
Desde já grato, pelo possível acolhimento.
Saudações,
J. Peres

(0)
(0)
Bonan Nardini
down arrow
Atibaia, Sao Paulo, Brasil
Empresário
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
07/05/2012 |

Olá Glaucea!
Eu sou criadoura de calopsita em Atibaia, eu nunca ouvi falar em vacinação para calopsitas, mas se souber de algo agradeço.
Faço exames periódicos no meu plantel e graças à Deus minhas aves estão livres de quaisquer doenças.
Grata
Hayde

(0)
(0)
Sabrina Makucho
down arrow
Palmital, Parana, Brasil
Estudante
Re: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura
16/06/2013 |

Olá!!!
Moro em Palmital, Paraná, e estudo no colégio de técnicos. Estou no primeiro ano e no fim do curso os alunos se decidem a fazer seu PPV "Projeto Profissional de Vida" da área que queira atuar.
Com meus aprendizados me decidi a fazer avicultura...
Desejo mensalmente as aulas de vacinação com bons profissionais.
Obrigada.

(0)
(0)
(11612)
(9)
Deseja opinar nesta discussão sobre: Fórum: Plano de vacinação para aves de postura?
Engormix se reserva o direito de apagar e/ou modificar os comentários. Veja mais detalhes

Não serão publicados os comentários:

  • Com repetidos erros de ortografia.
  • Anúncios, Web sites ou endereços de e-mail.
  • Perguntas ou respostas irrelavantes para a discussão.
COMENTAR
Criar nova discussão :
Se essa discussão não abrange temas de interesse ou levanta novas questões, você pode criar uma outra discussão.
Consultar um profissional em particular:
Se você tem um problema específico, você pode executar uma consulta em particular a um profissional em nossa comunidade.
A administração de vacinas via água de beber é um m...
 
Sempre há uma grande expectativa no campo da imunoprofilaxia quanto &...
- Eduardo von Atzingen - Prezado Anchieta, forneça seu e-mail que lhe enviaremo...
 
Dr. Borochovitz, Os trabalhos com micotoxinas "in vivo" são desenvolvidos nosso ...
Serviços Profissionais
    |    
Copyright © 1999-2014 Engormix.com - All Rights Reserved