Explorar
Comunidades em Português
Anuncie na Engormix

Nutrição e Manejo de Suinos pós pandemia

Publicado: 7 de julho de 2021
Por: Taiane Lermen

Como será a cadeia produtiva de suínos pós pandemia?

Qual a importância da nutrição, do manejo e das tecnologias para um melhor desempenho dos suínos?

Será que as empresas e produtores estão buscando desenvolvimento e pesquisa?

Tópicos relacionados
Autores:
Taiane Lermen
Siga
Junte-se para comentar.
Uma vez que se junte ao Engormix, você poderá participar de todos os conteúdos e fóruns.
* Dados obrigatórios
Quer comentar sobre outro tema? Crie uma nova publicação para dialogar com especialistas da comunidade.
Criar uma publicação
Luciano Roppa
Yes Sinergy
16 de julio de 2021
A resposta a estas questões é bastante ampla, mas vou mencionar minhas principais observações:
1. Pós pandemia trará uma recuperação do consumo de Carnes
2. A China irá importar menos carne, pela recuperação do seu plantel ... agora mais tecnificado e eficiente. Continuará importando principalmente Soja.
3. Questões relativas a ESG serão fundamentais nos sistemas de produção
4. As matérias primas, como milho e soja, continuarão em patamares de preços altos, se comparados ao período pré ASF e COVID
5. A digitalização estará cada vez mais presente no sistema de produção.
6. As proteínas plant based ocuparão uma fatia de mercado, principalmente entre a geração milenials ... deveremos ter ações MKT para conquistar esse mercado.
7. O manejo será cada vez mais robotizado devido à dificuldade crescente de mão de obra
8. O treinamento do "novo profissional" será fundamental para acompanhar a evolução da digitalização das granjas
9. Tecnologias CRISP irão mudar a sanidadede e o melhoramento genético.
10. Os técnicos visitarão menos as granjas e utilizarão mais a Realidade Aumentada nas suas consultorias.
11. Os sistemas serão mais precisos e eficientes com a adoção das ferramentas da Inteligência Artificial.
12. Bem estar animal e  food safety são prioridades essenciais na produção.
13. A substituição de Antibióticos promotores de crescimento e Óxido de zinco é irreversível
Bem, para o início de uma discussão creio que já sejam assuntos suficientes. Espero que mais colegas opinem e contribuam para a discussão deste vasto tema.
Ricardo Segundo Cochran
OPP Group
2 de agosto de 2021

¡Querido Luciano!
¡ E sempre um prazer escuitar y aprender de voce ! Vocé resumio, perfeitamente os puntos claves.
So unos comentarios para reforzar teus conceitos:
1. Acredito que desde o ponto de vista nutricional, y de cara a noso "novo entendimiento" da microbiota intestinal, devemos avanzar a ampliar ainda máis, a plataforma de opciones nutricionales, alem de o tradicional maíz-soja.
2. Bioseguranza- Com a PPA ya no continente latinoamericano, devemos incluir la descontaminación térmica dos camiones, na la lista de necesidades.
3. Granjas con sistemas de alimentación electrónica y micronutrición, ya son a norma, a más de 10 anhos na Europa. Elles permiten trabajar las cerdas en grupos, como demanda el bienestar animal. Y tem ya muitos exemplos de exito que demostram resultados superiores a convencionales, en varios aspeitos alem da estrictamente, a productividade numerica.
Estas granjas deveram ter um software que integre tudos os sofwares e app. da granja.
4. O benestar animal real (no teórico) é clave e inseparavel da reducción de antibioticos. (Menos stress-melhior resposta inmune-menor doenca).
5. Benestar animal vai trae outras mudancas que tem retos e beneficios, no so, pra a imagem do empresa, mais tambien a productividade (ej; latacao: "parir e soltar")
Grande abraço, e disculpa meu protuñol!

Luciano Roppa
Yes Sinergy
3 de agosto de 2021

Ricardo Segundo, mi nestimado amigo de siempre. Que bueno tener tu colaboración. Espero que otros colegas contribuan a esta interessante discussíon. No hay cierto o errado ... toda colaboración es bienvenida! Fuerte abrazo Ricardo!!!!

1
Junte-se à Engormix e faça parte da maior rede social agrícola do mundo.
Iniciar sessãoRegistre-se