Discussão criada em 10/09/2009

Temperatura como fator determinante na maternidade

Tendo a temperatura como fator determinante na maternidade, onde a matriz necessita de uma temperatura e os leitões de outra para sua sobrevivencia, como adaptar essas duas temperaturas sem afetar o desempenho de ambos, escamoteadores...e o consumo dos leitões, a ração influencia seu desempenho comparado com número de parições?

Maryna Wesllenny
Maryna Wesllenny
remove_red_eye 1665 forum 4 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
9 de Fevereiro de 2012

Boa tarde, não sei se a pergunta levantada na época, foi respondida, mas, posso dizer que a temperatura dos escamoteadores ou creeps podem e devem receber calefação pelo piso para eliminar vários problemas: 1. pisos aquecidos através de cabos calefatores controlados por termostato, interligados individualmente.
2. Piso seco. 3. Uniformidade da temperatura dentro do ambiente onde dormem e ganham peso. 4. O descanso nocturno acontecerá no escuro, sem lâmpadas que interfiram nesse momento.
Desta forma, o leitão sai para fazer suas necessidades biológicas (mamar, urinar, defecar) e voltam para o abrigo. Assim, não há morte por esmagamento, como o leite que mamam é para ganho de peso e não apenas aquecimento, a diferença de peso entre leitões desta forma aquecidos contra aquecidos com lâmpada, tem chegado a surpreendentes , 900 gramas a mais nos 21 dias de lactação.
Falamos que não há quase mortes por esmagamento, então conseguimos um leitão a mais por leitegada !
E ainda não falamos de economia de energia elétrica, chega a ser 50% menos e ainda não tem lâmpadas para queimar ou trocar.

Atentamente,

Carlos Santa Cruz
Eng. Agrônomo
Porto Alegre, BR.

Responder
Mauricio Andreoli Mauricio Andreoli
Médico Veterinário
13 de Fevereiro de 2012

Prezado Carlos,

Realmente o aquecimento do piso do escamoteador é muito eficiente. Tive a oportunidade de conhecer granjas com esse sistema na Europa e é possível observar o bem estar dos leitões em maternidades cujas temperaturas estavam entre 18 a 20 graus C.
Apenas reforço que a temperatura da sala de maternidade deve estar coerente com o bem estar da porca para que esse sistema funcione, pois ao contrário, i.e., salas quentes promovem a permanência dos leitões junto a mãe.

Atte.

Responder
13 de Fevereiro de 2012

Prezado Dr. Mauricio,

Na realidade, a temperatura dos escamoteadores pouco influencia no ambiente geral da sala pois estes são todos fechados evitando fugas excessivas de calor, nossa grande preocupação é exatamente essa coerência para realmente conseguir que o leitão sinta a necessidade de sair apenas para suprir suas necessidades e volte para o abrigo.
Por outro lado, a quantidade de calor gerado, seria insuficiente para modificar a temperatura no local onde as porcas se encontram já que o calor sobe e não permanece na altura das mesmas.

Atte.

Responder
20 de Fevereiro de 2012

Como fabricar ração para porcos.?

Responder
1
print
(1665)
(4)
Engormix se reserva o direito de apagar e/ou modificar os comentários. Veja mais detalhes
Comentar
Criar nova discussão :
Se essa discussão não abrange temas de interesse ou levanta novas questões, você pode criar uma outra discussão.
Consultar um profissional em particular:
Se você tem um problema específico, você pode executar uma consulta em particular a um profissional em nossa comunidade.
 
   | 
Copyright © 1999-2020 Engormix - All Rights Reserved