Suplementação de búfalas com resíduos agroindustriais – efeito na qualidade sensorial e físico-química do leite

Publicado: 28/10/2013
Autor/s. :
Sumário

Este trabalho visa avaliar os efeitos da suplementação de búfalas leiteiras com dietas contendo torta de cupuaçu (TC) e murumuru (TM), na qualidade sensorial do leite e sua composição físico-química, principalmente o incremento de ácidos graxos insaturados, na constituição da gordura do leite. Foram obtidas amostras de sete animais, de três tratamentos, T1(controle), T2 (TC) e T3 (TM). No teste de ordenação, realizado com treze dias de suplementação, não foram detectadas diferenças significativas no sabor do leite.

Palavras-chave: Amazônia Oriental, torta de cupuaçu, torta de murumuru, teste de ordenação.

 

INTRODUÇÃO -

A búfala tem grande potencial para produção de leite. O sistema alimentar desses animais na Amazônia, devido às condições climáticas, sofre alterações na quantidade e qualidade da dieta, que não atende as suas demandas nutricionais, na estiagem, o que reduz a produção leiteira e a composição desse produto e seus derivados. Nessa região, há grande disponibilidade de resíduos da agroindústria, de espécies extrativistas e cultivadas, como murumuru (Astrocaryum murumuru) e cupuaçu (Theobroma grandiflorum), usados na indústria cosmética e alimentar que, no processo de extração de seus componentes comerciais, disponibilizam resíduos com potencial nutritivo, que podem servir como componentes de dietas para ruminantes. Assim, este trabalho visa avaliar a influência desses resíduos no sabor e composição do leite de búfala.

 

MATERIAL E MÉTODOS -

Serão utilizadas 33 búfalas experimentais, 20 primíparas e 13 multíparas, inseminadas em tempo fixo (GARCIA et al., 2006), na UPA "Dr Felisberto Camargo" (Embrapa Amazônia Oriental), Belém, Pará, em oito hectares da pastagem de Panicum maximum, sob rotação intensiva, nos seguintes tratamentos: T1) Controle – pastagem + suplementação com 75% de farelo de milho e 25% de farelo de soja; T2) Pastagem + suplementação com 30% de farelo de milho, 20% de farelo de soja e 50% de torta de cupuaçu; e T3) Pastagem + suplementação com 39% de farelo de milho, 24% de farelo de soja e 37% de torta de murumuru. Os animais recebem a suplementação uma vez ao dia, pela manhã. A cada 28 dias, são coletadas amostras de leite e encaminhadas ao Laboratório de Análise de Alimentos do IFPA, para avaliação sensorial, pelo teste de ordenação (DUTCOSKY, 2007) e análises físico-químicas: acidez titulável, pH, densidade, teor de gordura, proteína, sólidos totais, extrato seco desengordurado, lactose e cinzas, AOAC (1997), e as tortas de cupuaçu e murumuru avaliadas para MS, PB, EE, RMF, FDN, FDA e lignina (AOAC, 1984).

 

RESULTADOS E DISCUSSÃO -

Nas Tabelas 1 e 2 estão apresentadas as composições físicoquímicas dos resíduos e do leite de búfala, nos tratamentos experimentais. A composição das tortas de cupuaçu e murumuru apresentam excelentes níveis de proteína e extrato etéreo, e podem compor dietas suplementares de ruminantes, bem como substituir ingredientes, de custo mais elevado, além de promover acréscimos dos níveis de gordura do leite e reduzir impactos ambientais. De acordo com o teste de ordenação, realizado com 20 provadores não treinados, não foram detectadas diferenças no sabor do leite das búfalas experimentais a nível de 5% de significância.

 

Tabela 1. Composição físico-química dos resíduos agroindustriais.

 

Tabela 2. Composição do leite de búfalas experimentais, por tratamento.

 

CONCLUSÕES -

A suplementação elevou a gordura do leite e não conferiu sabor desagradável ao produto.

 

AGRADECIMENTOS -

À FAPESPA, pela concessão de bolsa de doutorado, e Beraca - Animal Nutrition & Health, pelo fornecimento dos resíduos agroindustriais.

 

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

ASSOCIATON OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS (A.O.A.C.). Official methods of analysis. 14. ed. Arlington: A.O.A.C., 1984. 1141p.

ASSOCIATON OF OFFICIAL ANALYTICAL CHEMISTS (A.O.A.C.). Official methods of analysis. 14. ed. Arlington: A.O.A.C.,, 1997.

DUTCOSKY, S. D . Análise sensorial de alimentos. 2ª edição rev. Ampl. Curitiba: Champagnat, 2007. 239p.

GARCIA, A.R; GONÇALVES, K.S.; NAHÚM, B.S.; MATOS, L.B.; BARBOSA, D.L.M.; SIMÕES, A.R; MONTEIRO, P.J.C . Eficiência da detecção de estros em fêmeas bubalinas (Bubalus bubalis) criadas na Amazônia. In: XVII Congresso Estadual de Medicina Veterinária do Rio Grande do Sul, 2006, Gramado-RS. Anais, 2006.

***O artigo foi originalmente publicado  por IV Congresso Latino Americano de Nutrição Animal – “Trabalhos Científicos BOVINOS” CBNA/AMENA - de 23 a 26 de novembro de 2010 – Estância de São Pedro, SP – Brasil.

 
remove_red_eye 171 forum 0 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Ver todos os comentários
 
   | 
Copyright © 1999-2019 Engormix - All Rights Reserved