Engormix/Pecuária de corte/Artigos técnicos

nutrição ruminantes

Selênio orgânico na nutrição de ruminantes: podemos esperar benefícios além da saúde animal?

Publicado: 11/04/2011
Autor/s. : Por Matthieu Baulez & Laurent Dussert, Lallemand Animal Nutrition (Blagnac, França)
Pontos-chave
  • Devido aos baixos níveis de selênio (Se) observados na maioria dos solos, nutricionistas e demais pequisadores indicam a suplementação deste elemento para ruminantes.
  • O selênio orgânico (levedura selenizada) é mais biodisponível que sua forma mineral (selenito ou selenato) para suplementação dietética, além de ser mais eficiente em promover maior nível de Se nos tecidos ou sistemas do organismo dos animais.
  • A suplementação com levedura selenizada para ruminantes promove maior concentração de antioxidantes nos animais, melhores ínfdices reprodutivos, maior transferência de Se para as crias e melhoria na saúde (decréscimos na contagem de células somáticas no leite e menores riscos de mastite)
  • Decobertas recentes demonstram que animais de corte que foram suplementados com Se orgânico melhoraram a capacidade antioxidante da carne, melhor aproveitamento (menor perda por gotejamento) e melhoria na qualidade organoléptica da mesma.
  • A suplementação com levedura selenizada para vacas leiteiras aumentou o Se no leite e sua capacidade antioxidante, resultando em benefício à saúde humana (alimento funcional).
 
A suplementação com selênio (Se) é bastante difundida para vacas leiteiras, gado de corte e pequenos ruminantes. A pesquisa científica demonstra que há, com isso, melhoria na capacidade antioxidante, na imunidade (em vacas leiteiras isso é traduzido em menos casos de mastite) e na fertilidade. A suplementação de vacas ainda melhora a transferência da imunidade passiva para os bezerros(as).
Dentre as várias fontes de Se disponíveis, a levedura selenizada aparece com a melhor delas para qualquer que seja a espécie animal, devido sua biodisponibilidade superior. Ela é a fonte mais efetiva em melhorar o nível de selênio no sangue, no músculo e no leite de animais suplementados.
Além da revisão dos benefícios do Se orgânico na saúde de ruminantes, relataremos os dados mais recentes do efeito da suplementação com levedura selenizada nos produtos de origem animal, destacando o fato de que além da saúde e desempenho dos animais, o Se orgânico repercute no leite e carne, melhorando a capacidade antioxidante e qualidade destes e promovendo benefícios adicionais para o produtor e, ainda mais importante, para o consumidor.
Como aumentar o suprimento de selênio?
¬Pesquisadores consideram que, na maior parte do globo terrestre, a ingestão de selênio dietético, tanto para humanos, quanto para animais, está abaixo do nível para promover proteção antioxidante. Em função do Se entrar na cadeia alimentar somente por meio de consumo de plantas que convertam sua forma inorgânica ou mineral em Se orgânico e dos baixos níveis de Se que são encontrados na maioria dos solos da Terra (Oldfield, 2002), quantidades insuficientes deste mineral essencial são encontrados em forragens e cereais. Por isso, a maioria dos nutricionistas recomenda sua suplementação dietética. Duas formas de Se suplementar estão disponíveis:
  • Forma mineral, como selenito ou selenato de sódio;
  • Forma orgânica, como levedura enriquecida com selênio, que contém o Se ligado a aminoácidos (selenometionina, selenocisteína). Ao contrário da forma mineral, a forma orgânica é aquela encontrada em vegetais e é prontamente disponível para os animais (sobre levedura selenizada, veja o texto ao final deste documento).
Inúmeros estudos demonstram que, quando providas quantidades equivalentes de selênio na forma inorgânica ou orgânica, a última promove maiores níveis sanguíneos, teciduais e no leite, provando a biodisponibilidade superior da forma orgânica (Figuras 1-A e 1-B).
Selênio orgânico na nutrição de ruminantes: podemos esperar benefícios além da saúde animal? - Image 1
Figura 1 - Efeito da forma de Se suplementar (inorgânica vs. levedura selenizada) no nível de Se do animal.
A: músculo - 0,3 mg/kg MS de Se suplementar por 210 dias (Universidade de Padova, 2010).
B: leite - 0,3 mg/kg MS de Se suplementar por 90 dias (Weiss & Hogan, 2005).
Qual a quantidade de selênio que os ruminantes precisam?
Há diferenças no requerimento dos animais, que foram mensurados em experimentos e cujas quantidades são necessárias para que o animal atinja o desempenho em condições reais, incluindo a margem de segurança para considerar a variação na ingestão de alimento, composição do mesmo e nível de produção que se busca.
Em 2001, o NRC (National Research Council) aumentou o nível recomendado de Se para vacas leiteiras para 0,3 mg/kg MS ingerida.
Por exemplo, com base nesta recomendação, as seguintes inclusões são indicadas quando utilizado o Alkosel® R397 como fonte de selênio (Alkosel® R397 contém > 2000 ppm de Se orgânico - essencialmente como selenometionina):
Selênio orgânico na nutrição de ruminantes: podemos esperar benefícios além da saúde animal? - Image 2
A suplementação de Vitamina E e de selênio são normalmente combinadas, uma vez que ambas têm ações antioxidativas complementares: Vitamina E tem papel de proteção das paredes celulares, enquanto o Se, via sistema glutationa peroxidase, atual intracelularmente.
Quais os benefícios na saúde de vacas leiteiras e bezerros(as)?
O selênio tem papel crucial e sistêmico no organismo animal. Os benefícios na saúde dos animais suplementados com Se são bastante reconhecidos:
ü     Melhoria da função e resposta imune
Em vacas em lactação, a suplementação com Se e vitamina E reflete diretamente na redução da contagem de células somáticas (CCS) no leite e prevenção da mastite subclínica. A mastite é usualmente descrita como sendo a doença de maior custo na produção leiteira (Weiss et al., 1990). A suplementação de vacas leiteiras com levedura selenizada pode ajudar a reduzir a CCS no leite de maneira mais eficiente que o selenito, como demonstrado no estudo de Malbe et al. (1995), na Fig. 2.
Selênio orgânico na nutrição de ruminantes: podemos esperar benefícios além da saúde animal? - Image 3
Figura 2 - Levedura selenizada é mais efetiva que o selênio inorgânico para elevar o nível sanguíneo deste elemento e tem a capacidade de reduzir a CCS no leite (Malbe et al., 1995).
Smith et al. (1997) correlacionaram o efeito do Se à capacidade antioxidante do neutrófilo, a célula imunológica circulante que atua na resposta primária contra patógenos. Quando esta capacidade antioxidante é limitada, o tempo de vida destas células imunes é reduzido e a infecção se estabelece ou a severidade da mesma pode aumentar.
ü     Melhoria da função reprodutiva
  • Selênio reduz a incidência de retenção de placenta: A retenção de placenta ocorre em 9-20% dos partos nos EUA, custando milhões para a indústria do leite. Antigamente considerada como multifatorial, a relação entre retenção de placenta e a deficiência de selênio e vitamina E foi estabelecida em 1969. Até hoje, cerca de 20 revisões bibliográficas avaliaram o benefício do selênio, vitamina E ou ambos na diminuição da incidência de retenção de placenta. A suplementação de selênio e vitamina E foi positiva em 2/3 dos casos.
  • Selênio melhora a fertilidade: Inúmeras publicações científicas concluíram que a deficiência de selênio e/ou vitamina E tem impacto negativo na saúde reprodutiva e desempenho de vacas leiteiras.
ü     Melhoria do nível de selênio em bezerros(as)
Em 2005, um estudo conduzido pele equipe do Dr. Bill Weiss, da Ohio State University, EUA, avaliou o efeito da suplementação com levedura selenizada (Alkosel® R397) sobre o nível de selênio no leite das vacas e no sangue de suas crias (0,3 ppm de Se como selenato de sódio vs. 0,3 ppm de Se como Alkosel®).
Quando comparada à fonte inorgânica de selênio, a levedura selenizada Alkosel® R397 aumentou significativamente o nível de selênio no soro sanguíneo das vacas, bem como no leite e colostro. Também houve efeito positivo em transferir o Se aos bezerros, tanto na gestação, como também pelo aleitamento, com consequente vantagem para a saúde dos mesmos.
Selênio orgânico na nutrição de ruminantes: podemos esperar benefícios além da saúde animal? - Image 4
Figura 3 - A levedura selenizada aumentou significativamente os níveis de selênio no leite e no colostro (A). A fonte orgânica de selênio ofereceu melhor transferência deste elemento para as crias, primeiro por meio da placenta e depois pelo colostro (B). Fonte: Weiss & Hogan, 2005.
Além da saúde animal, podemos esperar benefícios na qualidade do leite e da carne?
Já vimos que a suplementação com selênio é importante para a saúde e fertilidade, especialmente em animais de alta produção que estão mais sujeitos ao estresse oxidativo. Os mesmos benefícios podem ser observados com maior qualidade para o consumidor. De fato, inúmeros estudos científicos demonstram que a suplementação com levedura selenizada leva ao aumento nos níveis de Se, consequentemente, aumento da capacidade antioxidante dos produtos de origem animal: leite e carne.
Considerando que os pesquisadores creem que o Se de nossa alimentação está em níveis subótimos na maior parte dos países do Mundo (em 2001, Combs Jr. estimou que entre 500 milhões e 1 bilhão de pessoas da Terra têm deficiência deste mineral!), o suprimento de Se pelo leite e pela carne poderia ajudar bastante este problema nutricional ao prover produtos enriquecidos com selênio.
ü     Melhoria na qualidade da carne        
Novas descobertas baseadas em recente estudo conduzido na Universidade de Padova (Itália) em 2010 demonstraram que a levedura selenizada melhorou a qualidade no processamento das carnes e suas propriedades organolépticas, quando comparada à fonte de Se inorgânico.
Este estudo foi conduzido em um confinamento comercial com animais da raça Charolês, durante 210 dias. A qualidade da carne sendo testada após 5 ou 10 dias de maturação.
Primeiramente, este estudo demonstrou que, comparada à fonte inorgânica, o Alkosel® aumentou significativamente o nível de Se no animal (maiores concentrações de Se no sangue e tecido animal), confirmando a maior biodisponibilidade desta forma orgânica de selênio (Figura 1-A).
Ainda mais interessantes foram os resultados de melhoria na qualidade da carne (Figura 4):
  • A levedura selenizada reduziu a perda por gotejamento durante a maturação, promovendo maior rendimento para a indústria (Figura 4-A).
  • A levedura selenizada aumentou aspectos desejáveis na carne (cor e brilho), um importante critério para decisão de compra do consumidor e parte da qualidade organoléptica do alimento (Fig 4-C).
  • A levedura selenizada aumentou a maciez da carne (inversamente proporcional à força de cisalhamento), outra qualidade organoléptica chave, descrita como sendo o primeiro critério de escolha do consumidor (Figura 4-B).
Selênio orgânico na nutrição de ruminantes: podemos esperar benefícios além da saúde animal? - Image 5
Figura 4 - A suplementação com levedura selenizada aumentou consideravelmente a qualidade da carne se compara à fonte de selênio mineral. Fonte: Universidade de Padova, 2010.
ü     Melhoria no poder antioxidante do leite
Para elevar a concentração de selênio no leite é muito importante a fonte suplementar de Se: enquanto o Se inorgânico aumenta o Se sanguíneo, sem se traduzir em aumento na concentração do mineral no leite, o selênio orgânico apresenta uma excelente curva de dose e resposta (Figura 5).
Selênio orgânico na nutrição de ruminantes: podemos esperar benefícios além da saúde animal? - Image 6
Figura 5 - Efeito da fonte suplementar no conteúdo de selênio do leite de vacas. Fonte: Ortman & Pehrson, 1999.
Devida à elevada biodisponibilidade, a levedura selenizada é uma boa fonte de selênio para aumentar o nível deste elemento no leite: por exemplo, em estudo desenvolvido em 2005, Weiss & Hogan demonstraram o dobro de aumento do Se no leite com Alkosel®, comparada à fonte mineral (Fig. 1-B).
Do ponto de vista de saúde humana, considera-se que a média de consumo de selênio é de 30-35 µg/dia, enquanto a recomendação diária seria de 55 µg/dia na Europa (70 µg/dia nos EUA). O aumento no conteúdo de Se no leite de 19 para 30 µg/L, poderia proporcionar incremento de 6 µg/dia, ou seja, cerca de 20% da atual deficiência.
CONCLUSÃO
A suplementação com selênio é essencial para os ruminantes aumentarem sua capacidade antioxidante, imunidade, saúde e transferência de Se da mãe para a cria. Se a levedura selenizada é reconhecida por sua ótima biodisponibilidade (em 2008, o painel da EFSA reconheceu que a levedura selenizada pode proporcionar o dobro do nível de Se da forma mineral proporciona para o consumo humano) com efeitos na imunidade, na fertilidade, no desempenho e na saúde dos animais, os dados apresentados demonstram que esta forma orgânica pode trazer também benefícios adicionais ao produtor, à indústria processadora de alimentos e ao consumidor. A suplementação com levedura selenizada permite elevar o conteúdo de Se no produto animal e aumentar a capacidade antioxidante, diminuindo problemas de saúde, mas também melhorando a qualidade da carne, numa boa exemplificação de benefício 'do campo à mesa' de um aditivo nutricional natural.
Sobre a levedura selenizada 
Como as plantas, também as leveduras (Saccharomyces cerevisiae) têm a habilidade de converter o selênio sob a forma mineral na sua forma orgânica (selenometionina, selenocisteína) durante sua fermentação.
Com base nisto e com o conhecimento da empresa em fermentação de leveduras, a Lallemand Animal Nutrition desenvolveu o Alkosel® R397, um produto da levedura rico em selênio ligado organicamente, produzido com os mais altos padrões de qualidade.
O Alkosel® R397 é oriundo de uma cepa específica de levedura, S. cerevisiae R397, selecionada especialmente por sua habilidade de incorporar grande quantidade de selênio. Esta cepa de levedura cresce na presença de quantidades específicas de selênio inorgânico, por meio de um processo muito bem controlado.
Este processo de produção específico garante alto nível de selênio orgânico (mais de 98% do Se é incorporado a certos aminoácidos, a maior parte é selenometionina), para ótima biodisponibilidade e eficácia. Alkosel® R397 está disponível para todas as espécies de animais.
 
Autor/s. :
 
Visualizações1687Comentários 8EstatísticasCompartilhar