Engormix/Avicultura/Artigos técnicos

Big data bioestatísticas e algoritmos inteligentes para otimizar a produção avícola

Publicado: 03/09/2020
Autor/s. : Evonik
Transformando potencial em produtividade
A produção de aves tem se tornado cada vez mais complexa e as abordagens tradicionais já não são suficientes para atingir o potencial máximo de produtividade animal e atender ao crescente desafio de alimentar a população em crescimento.
Novos serviços digitais de última geração, como o Porphyrio®, garantem a precisão na produção avícola através da otimização de processos, redução de custos e ineficiências e assim melhorando a lucratividade do negócio através da utilização de tecnologia em Nuvem, Big Data, Bioestatísticas e Algoritmos de autoaprendizagem, associados a ciência e conhecimento em produção animal. 
Mas como a tecnologia de Big Data e os insights que ele fornece podem fazer uma grande diferença no setor de produção animal?
Big data bioestatísticas e algoritmos inteligentes para otimizar a produção avícola - Image 1
Big Data é uma parte crucial da vida moderna e pode desempenhar um papel fundamental na melhoria da produtividade de uma empresa, e no caso da indústria avícola, também as normas de saúde e bem-estar animal. Agora, há uma infinidade de maneiras de coletar dados sobre o desenvolvimento de um lote de aves em tempo real - incluindo sensores e balanças no aviário para avaliar a iluminação, consumo de água, consumo de ração, peso das aves e temperatura - para que os envolvidos em todas as etapas do processo de produção possam reagir de acordo e em tempo hábil para minimizar os prejuízos.
No entanto, a coleta de dados por si só não é uma "solução mágica" para resolver todos os problemas potenciais. O sucesso com Big Data não se trata apenas das informações que você coleta (Input) mas dos insights que você obtém e, mais importante, de como você os aplica. Os dados precisam ser avaliados com precisão para identificar corretamente os problemas de "causa e efeito" e evitar a tomada de ações com base apenas em eventos correlacionados. É necessária uma compreensão clara dos dados / processos subjacentes e os dados devem abranger a faixa e a variabilidade em que os produtores estão interessados para formar uma base sólida para fazer previsões.
Enfrentando os desafios
A coleta e análise contínuas de grandes volumes de dados da produção animal associados a bioestatística permitem que os produtores tenham um controle muito melhor de seus sistemas e identifiquem quaisquer pontos fracos. Os gráficos podem dar uma representação visual do que está acontecendo em comparação com o que deveria estar acontecendo em qualquer ponto do processo de produção. Os produtores podem tomar decisões baseadas nas situações advertidas no início do processo, quando têm acesso a dados sobre questões como consumo de ração e saúde. Os conhecimentos obtidos permitem-lhes criar condições de vida ideais para os animais, o que pode incluir a introdução de um novo sistema de iluminação, por exemplo.
Os benefícios dos insights detalhados são claros e mensuráveis e incluem: custos de alimentação reduzidos; melhor desempenho animal (medido pelo ganho de peso ou produção de ovos); melhor qualidade do produto (rendimento de carcaça, qualidade da carne e do ovo); animais mais saudáveis (menor mortalidade, melhor uniformidade); e melhor relação oferta / demanda.
Nenhum pintinho ou lote de animais é o mesmo; sua origem e história o tornam único. O uso da tecnologia melhora a capacidade dos produtores de atender às necessidades e requisitos específicos da cadeia de produção de aves impulsionada pela demanda em termos de peso, tamanho e qualidade do produto esperado. Em vez de confiar em previsões, algoritmos inteligentes podem "pensar por você" e entregar o produto certo na hora certa, o tempo todo. As prioridades diárias podem ser identificadas e trabalhadas enquanto ainda se considera a estratégia de longo prazo.
Os consumidores estão cada vez mais preocupados com a saúde e esperam cadeias produtivas transparentes. Eles querem saber de onde veio a comida e se os animais foram bem tratados. As informações disponíveis permitem que o agricultor controle e demonstre resultados com base em dados da fábrica de rações, incubatório, matrizeiro, granja de criação, veterinário, embalador de ovos ou abatedouro - abrindo toda a cadeia para análise.
Nova Perspectiva (The big picture)
Big Data pode ajudar mais do que apenas auxiliar ao produtor superar os desafios da sua própria granja. À medida que a população mundial aumenta e os recursos naturais se esgotam, é cada vez mais importante introduzir conceitos modernos de alimentação - usando tecnologias digitais e a conectividade resultante. Isso ajudará a abordar questões de consumo responsável, permitindo que alimentos sejam produzidos dentro de nossas fronteiras planetárias.
Próximos passos
Ao introduzir uma abordagem de Big Data, é melhor realizar pequenos passos e não esperar ser capaz de processar grandes quantidades de dados imediatamente. Uma mente aberta e vontade de fazer mudanças são essenciais. Você provavelmente descobrirá mais perguntas do que respostas à medida que começar a conhecer mais sobre seus processos. É por isso que vale a pena considerar trabalhar com outros profissionais que podem ajudá-lo a aprender mais rápido e atingir seus objetivos.
Inteligência artificial, computação em nuvem e Big Data têm grande potencial para ajudar a atender a variedade de desafios enfrentados pela indústria avícola e pela sociedade em geral. O uso de Big Data e tecnologias associadas permite aos produtores descrever sua situação, monitorá-la, analisá-la e, então, otimizar seu desempenho; realmente transformando potencial em produtividade em toda a cadeia produtiva da avicultura.
 
Autor/s. :
 
Visualizações161Comentários 0EstatísticasCompartilhar