Meio ambiente e produção industrial de alimentos para animais

Publicado: 29/01/2014
Autor/s. :

A formulação de rações comerciais é influenciada pelo meio ambiente, quando a oferta de ingredientes utilizados nas formulações, como milho, soja, entre outros, é alterada. Seja em função da sazonalidade, que pode de certa forma ser previsto, ou devido a intempéries como chuva, seca, ventanias, geadas, ou de pragas nas plantações. A oferta de ingredientes pode diminuir mesmo em época de maior produção de determinada cultura.

Os teores nutricionais de um ingrediente podem variar consideravelmente em função de diversos fatores, como clima e solo local, adubação, manejo da cultura e do solo, armazenamento, entre outros. As quantidades de amido em ingredientes como trigo e farelo de arroz, por exemplo, podem variar de 16 até 40%, dependendo da variedade escolhida, das condições de crescimento e das condições de moagem.

As empresas produtoras de rações comerciais podem adequar sua produção, mudando a porcentagem de inclusão de cada ingrediente na formulação da ração em função da oferta e preço desses ingredientes, são variações pequenas dentro da formulação, na maioria das vezes não comprometendo a qualidade do alimento.

O amido, além de importante fonte de energia, atua também na expansão e nas características ligantes da ração, durante o processamento industrial. A inclusão de amido pode variar de 5 a 60% de inclusão na formulação de rações para animais de companhia e para animais de produção. Teores definidos pelos requerimentos nutricionais do animal e pelo volume de massa desejado no produto, normalmente se encontram em torno de 30 a 40% em rações para gatos e para cães. Rações para animais aquáticos devem ter pelo menos 20% de amido em sua formulação, para garantir propriedades de permanecer tempo considerável na superfície e no corpo d'água.

As fontes de proteína em rações, entre fontes protéicas animais e vegetais, são incluídas, de forma geral, entre 25 a 70% na formulação. As proteínas vegetais, como farelo de soja, farinha de glúten de trigo e de milho, não podem ser utilizadas sem a adição de proteínas animais por não conseguirem, sozinhas, alcançar os níveis adequados de aminoácidos essenciais para algumas espécies. Contribuem significativamente no aspecto estrutural, nutricional e nas características ligantes das rações. Lipídios formam complexos com amido e proteínas durante a extrusão, no processamento industrial, e são adicionados sobre a ração após a secagem e resfriamento, funcionando como palatabilizante, influenciando as características finais do produto.

Alterar condições de processamento e de formulação da ração em função da escolha ou da oferta de ingredientes é um desafio, levando-se em conta que devem ser mantidos custos mínimos de formulação e de operação, mantendo os padrões de alta qualidade do alimento. A seleção dos ingredientes tem forte influência no processamento, na uniformidade da textura do produto final, na qualidade nutricional e na viabilidade econômica de uma ração.

 
Autor/s.
 
remove_red_eye 459 forum 11 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Ver todos os comentários
 
   | 
Copyright © 1999-2019 Engormix - All Rights Reserved