Feira Internacional da Cadeia Produtiva do Leite (Feileite)
Feira Internacional da Cadeia Produtiva do Leite (Feileite)

Feira Internacional da Cadeia Produtiva do Leite (Feileite)

30 de Outubro de 2007 al 3 de Novembro de 2007
Brasil
share print
Compartilhar :
close
Informações



A Feira Internacional da Cadeia Produtiva do Leite (Feileite), maior evento indoor do setor, realizado entre os dias 30 de outubro e 03 de novembro, no Centro de Exposições Imigrantes, em São Paulo, Brasil fez do local um importante pólo de informação e oportunidades. Promovida pelo Agrocentro, a feira contou com a presença de 84 empresas expositoras, recebeu mais de 15 mil visitantes e movimentou R$ 6 milhões, além de ter aberto espaço para a geração de futuros negócios.



O valor em questão foi alcançado, principalmente, pela soma dos três leilões e pelas vendas realizadas no Shopping MultiLeite, que juntos totalizaram cerca de R$ 2 milhões. Destaque também para o Banco do Brasil. A instituição, que recentemente inaugurou, em São Paulo, uma agência voltada exclusivamente ao agronegócio, financiou R$ 2,2 milhões para a compra de animais e máquinas.

No pavilhão, estiveram expostos 1.100 animais das raças Holandês, Gir Leiteiro, Girolando, Jersey, Simental, Guzerá e Pardo Suíço, além de 100 ovinos das raças Santa Inês, Dorper e Bôer e 100 caprinos Saanen, Alpina, Toggenburg e Anglo Nubiana. Além de exposição, os animais também participaram de julgamentos e torneios leiteiros.



Abrangente, a Feileite teve como foco principal o pequeno e médio produtor. Juntos, eles representam 97% do total de pecuaristas leiteiros do País. Vindos de diversos Estados brasileiros, estes profissionais puderam interagir com os outros segmentos presentes à feira, como os laticínios, indústrias de máquinas, insumos, genética e veterinária, além de estudantes, professores e, até mesmo, com visitantes estrangeiros. Por conta de um intenso trabalho de divulgação juntos a consulados de diversas partes do mundo, a feira teve a oportunidade de contar com a presença de visitantes da Colômbia, Chile, México, Estados Unidos, Suíça, Emirados Árabes, dentre outros.

Comprometida com a informação e ciente da importância desta ferramenta no processo de desenvolvimento, a Feileite trouxe ao público 13 palestras ministradas pelos mais conceituados profissionais do mercado. Os temas alcançaram diversas esferas da pecuária leiteira e mostraram ao público conceitos que variaram desde o manejo até a economia e o marketing. A média de presença ficou em torno de 180 participantes em cada palestra.

Para completar, a Feileite também foi palco do 2º Curso de Noções em Morfologia e Julgamento de Zebuínos com Aptidão Leiteira, oficializado e com a coordenação técnica da Associação Brasileira dos Criadores de Zebu (ABCZ). A entidade representa 15 mil associados e centraliza todas as atividades relacionadas ao zebu nas áreas técnica, política e econômica. O curso, que obedece a todas as exigências do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA) foi ministrado pelos jurados Carlos Henrique Cavallari Machado e Roberto Vilhena Vieira.

“Terminamos o evento com a sensação de dever cumprido. A aceitação do público, dos produtores e das empresas superou as nossas expectativas. Acreditamos que o mercado leiteiro tem muito a se desenvolver e trabalharemos para contribuir e para estimular todo este potencial. Apostamos em um formato de evento que deu certo e que será constantemente aprimorado para fazer da Feileite o evento mais importante do setor leiteiro”, afirma Décio Ribeiro dos Santos, diretor do Agrocentro.

Exposições dos laticínios – Com a proposta de fortalecer todos os elos da cadeia produtiva do leite, a Feileite reservou um espaço especial para que os laticínios pudessem realizar exposições e degustações junto aos produtores, varejistas e consumidores em geral.

Bastante apreciado por todas as pessoas que compareceram ao evento, o local contou com a participação da SC Agropecuária Vale Alto, Fábrica de Laticínios Fazenda Santo Anjo, Serra Dourada, Cooperativa Nacional Agro Industrial (COONAI), Flex Vet e Queijaria Charmonix.

No espaço, os presentes puderam degustar, dentre as várias delícias, requeijões, iogurtes, e queijos feitos com leite de cabra e ovelha, e mussarela e doce de leite fabricados com leite de búfala.

A Feira Internacional da Cadeia Produtiva do Leite contou com o patrocínio do Sebrae-SP, que realizou um intenso trabalho para viabilizar a vinda de diversas caravanas de produtores ao evento, e com o apoio das associações leiteiras que participaram da feira e da Associação Brasileira dos Produtores de Leite (Leite Brasil).