engormix
search
search

LAMIC - LABORATÓRIO DE ANÁLISES MICOTOXICOLÓGICAS - Brasil

LAMIC -  LABORATÓRIO DE ANÁLISES MICOTOXICOLÓGICAS
LAMIC - LABORATÓRIO DE ANÁLISES MICOTOXICOLÓGICAS

Aflatoxina M1 no leite, nova tecnologia de detecção

Data de publicação : 29/07/2009
Empresa : LAMIC - LABORATÓRIO DE ANÁLISES MICOTOXICOLÓGICAS
Fonte : Lamic

Durante as últimas décadas, a produção de leite e exportação de produtos lácteos no Brasil tem aumentado significativamente, colocando o Brasil numa posição de destaque no cenário mundial. No mesmo caminho de crescimento está a tecnologia empregada para avaliação da qualidade desses produtos.

A Aflatoxina M1 é um metabólico excretado no leite de animais que ingeriram alimento ou ração contamindados com Aflatoxina B1. Recentemente e IARC (International Agency for Research on Cancer) classificou a Aflatoxina M1 como possivelmente carcinogênico para humanos. Segundo o JEFCA (Joint Expert Committee on Food Additives) não esta determinada qual a ingestão tolerável de Aflatoxina M1, por isso foi recomendado reduzir aos menores níveis possíveis.

O leite é uma das principais fontes de nutrientes para a população, principalmente crianças e idosos, sendo necessário que este seja de excelente qualidade e livre de contaminantes que podem causar problemas à saúde.

O LAMIC - Laboratório de Análises Micotoxicológicos, acaba de implementar e disponibilizar uma nova tecnologia para controle de Aflatoxina M1 em leite e leite em pó utilizando cromatografia líquida acoplada a espectrometria de massas tandem (LC-MS/MS). A nova metodologia atende aos limites estabelecidos pela legislação brasileira e européia referentes a Aflatoxina M1 em leite e produtos lácteos.

 
Mencionado nesta notícia:
 
remove_red_eye 1085 forum 1 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Ver todos os comentários