Aplicação de águas residuárias de suinocultura na irrigação

Publicado: 03/05/2012
Autor/s. : Carlos César Pereira Nogueira; Iran José Oliveira da Silva.

ESTADO DA ARTE. No Brasil, até a década de 70, os dejetos de suínos não constituíam fator de preocupação, pois a concentração de animais por unidade de área era pequena. O sistema confinado de produção, a partir dos anos 80, aumentou consideravelmente a produção de dejetos, que lançados nos...

remove_red_eye 823 forum 2 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
4 de Março de 2013

Bem à propósito o artigo do Dr. Iran. Em nossa suinocultura de 200 matrizes no Goiás, em ciclo completo, produzindo por volta de 420 a 430 cevados de 90 kg mês, depois de todo um ajuste de sistemas de distribuição de águas, troca de todos os bebedouros, mudanças no manejo de limpeza, lavação, etc., diminuimos o volume de dejetos em mais da metade. Hoje temos uma quantidade de ARS de 15.000 litros dia, que armazenado em tanques de dejetos nos permite uma fertirrigação em lavoura de milho de 120 ha/ano, com uma aplicação de 45 m3 por ha/ano. Consideramos num primeiro momento que era 20 vezes mais caro distribuir "ÁGUA" do que colocá-la na caixa de água para consumo dos suínos. Diminuimos os dejetos, aumentamos a concentração de nutrientes, transportamos menos água e poluimos menos o ambiente. Observar que a lavoura de milho adubada todo ano ( rotação de cultura ) com dejetos de suínos nos torna autosuficientes pois chegamos a produzir mais de 120 sacos/ha.

Responder
Vinicius Ribeiro Da Silva Vinicius Ribeiro Da Silva
Médico Veterinário
6 de Março de 2013

Vou construir uma pocilga em minha propriedade, apenas algumas cabeças, 20 no máximo. Tenho que fazer um projeto para conseguir a licença ambiental e minha dificuldade seria qual sistema de tratamento de dejetos instalar? Composteira? Qual se adequaria melhor ao meu sistema de produção familiar?
Att

Responder
1
print
(823)
(2)
Engormix se reserva o direito de apagar e/ou modificar os comentários. Veja mais detalhes
Comentar
Criar nova discussão :
Se essa discussão não abrange temas de interesse ou levanta novas questões, você pode criar uma outra discussão.
Consultar um profissional em particular:
Se você tem um problema específico, você pode executar uma consulta em particular a um profissional em nossa comunidade.
 
Copyright © 1999-2022 Engormix - All Rights Reserved