engormix
search
search

Uso de plasma melhora o desempenho de suínos em todas as fases da produção

Publicado: 04/05/2021
Autor/s. : APC, Inc.

As proteínas funcionais do plasma exercem um poderoso papel no desempenho e na manutenção da função imunológica de animais

São Paulo, 26 de abril de 2021 – O plasma spray dried (SDP) é um ingrediente rico em proteínas funcionais que colabora com a nutrição animal desde a década de 1980, quando as primeiras pesquisas foram conduzidas por cientistas da Iowa State University, em Iowa, nos Estados Unidos, com o objetivo de observar o seu impacto no apoio e na manutenção da função imunológica dos suínos.

Nos últimos 35 anos, centenas de estudos científicos foram conduzidos em diversas regiões do mundo e apresentaram o mesmo resultado - suínos alimentados com o plasma ficam menos doentes, apresentam melhor conversão e ganham mais peso em comparação aos leitões alimentados com dietas isonutricionais, porém, sem o uso de proteínas de plasma.

“Considerado a sexta mais importante descoberta em nutrição de suínos pela American Society of Animal Science, o plasma reduz a mortalidade em até 50%, aumenta o Ganho de Peso em 30% e melhora o consumo de alimento em 25%. Esse resultado se dá porque o plasma além de ser fonte de proteína, possui imunoglobulinas, fatores de crescimento, IGF1, transferrinas, peptídeos bioativos e outras proteínas que vão além da nutrição, o que faz com que o ingrediente plasma tenha um efeito funcional e colabore com a imunidade dos animais”, comenta Luís Rangel, Médico Veterinário e Diretor de Serviços Técnicos para América Latina da APC, líder global em proteínas funcionais produzidas por spray drying.

O plasma spray dried (SDP) é um ingrediente obtido do sangue de animais saudáveis, coletado durante o abate e processamento de animais destinados ao consumo humano. O método de produção, de forma geral, envolve a separação das hemácias do plasma e processamento por spray-drying, que significa atomização com calor a uma temperatura mínima de 80ºC, para manter a funcionalidade das proteínas do sangue e garantir a segurança dos ingredientes.

Resultados em cada fase da produção

Creche – O uso de plasma em dietas de creche melhora a ingestão, a conversão alimentar e reduz a mortalidade durante o período estressante do pós-desmame.

Matrizes suínas em gestação e lactação – O uso do plasma em dietas para matrizes resulta em melhor taxa de parto, com leitões mais pesados e em maior número de desmamados por matriz coberta.

Suínos em crescimento-terminação – O uso de plasma em dietas de crescimento-terminação contribui para uma resposta imunológica eficiente, que ajuda os animais a recuperarem-se mais rapidamente e a reduzir o número de animais leves indo para o abate e a taxa de refugos. O plasma pode ser também uma ferramenta para reduzir a dependência de antimicrobianos.

Cachaços – O uso de plasma em dietas de cachaços ajuda a aumentar o número de doses por coleta, sua viabilidade, e a reduzir a taxa de descarte de coletas, principalmente em cachaços sob estresse.

O uso de plasma nas diferentes fases de produção melhora o desempenho dos animais, garante menos mortalidade, menor dependência de antimicrobianos e melhora a rentabilidade da granja.

 
remove_red_eye 18 forum 0 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Ver todos os comentários
Produtos
AMPLIFY 920 é um poderoso ingrediente para uso em dietas com a final...