Estratégias para aumentar a detecção de cios

Publicado: 27/06/2011
Autor/s. : Dr. Hernando Lopez (Gerente de Contas Empresariais da ABS América Latina - ABS Global)

O sucesso reprodutivo é um dos fatores críticos que determina o fluxo de leite e de reposição de novilhas em qualquer leiteria. Obviamente, para que um programa reprodutivo tenha sucesso, a maioria dos fatores de manejo do rebanho precisa interagir de maneira correta, desde a condição nutricional e sanitária, até a técnica de insemina&...

remove_red_eye 1561 forum 4 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
27 de Junho de 2011
É muito importante nos rebanhos leiteiros o desempenho reprodutivo da femea, porque deste depende a producao de leite, asim, a boa deteccao dos cios aumenta a eficiência na inseminacao e reduz os retornos de cios após inseminacao.
Responder
Eder Ghedini Eder Ghedini
Médico Veterinário
9 de Setembro de 2011
Parabéns pelo texto, escrito de forma simples porém conduzido de forma sucinta e de fácil compreensão.
Referente as formas de detecção de cio, pergunto-lhes:
-A utilização de rufiões, não citada, em que circunstâncias você a recomendaria e se recomendaria?
-Na bovinocultura de leite "moderna", a busca desenfreada por melhores produções esta acarretando visivelmente deficiências reprodutivas, além de um manejo nutricional voltado para tais efeitos, na sua opinião não estariamos retroscedendo?

Certo de que temos desafios intensos nesta área, agradeço de ante-mão sua atenção, forte abraço.
Responder
Elias Tunon Villarreta Elias Tunon Villarreta
Pós-gradução em Veterinária
10 de Janeiro de 2012

Buenos Dias Amigos Foristas: Muiy claro el artículo. Concuerdo con todo lo expuesto. La literatura es repleta de buenas informaciones. Pero cada enpresa es una empresa. Uso capacitación constante de la mnao de obra. Uso metas para inseminación por més, chequeo al final de cada mes si la obtivimos o no. Se discutem las causas, y se busca sanar las deficiencias. Está bien claro que la IATF, resuelve el problema de la observación humana, que está consagrado que fallamos em 50% cuando obser vamos celos. Que las vacas caunto mas ptoducen, menos intenso y con menos mosntas ocurre el celo( Apuntado por telemetria). Otras herramientas lo ham mostradi y nos sirvem de ayuda. Sobre el uso de toros ó vacas para ayudar la observación del celo( em portugues Rufiões, creo que en español sea calentadores y ou taser en ingés) es otra herramienta válida. Todoi depende de la propriedad y sus caracteísticas. Como citado por el Dr Hernán, rebaños numerosos, pisos lisos, mano de obra etc. Hemos usado, vacas androgenizdas, toros com bosal marcador etc. Funcionam. Gracias, Elias.

Responder
11 de Fevereiro de 2012
Dr Lopez
Saudações
Parabens pelo artigo muito bem escrito e explicado. Desejo saber do Sr. considerações sobre os seguintes pontos: Vacas holandesas nas condições de Brasil Central apresentam cio mais curto, geralmente nas regiões temperadas estima-se de 12 horas contra às 8 horas nas regiões tropicais. A maioria das instalações "free-stall" apresentam o piso de forma inapropriada para os animais, o que reduz a manifestação do cio. Desta forma, para amenizar o grande número de variáveis que contribuem negativamente para o sucesso da prenhez; tenho recomendado que insemine os animias logo que são observados em em cio, principalmente na parte da manha, pois as propriedades não apresentam vigias noturnos que registram o horario que os animais iniciaram o cio. Partindo do principio que a viabilidade do semen na vaca é maior que a viabilidade do ovocito, e da necessidade da capacitação espermática.
Obrigado.
Responder
1
print
(1561)
(4)
Deseja opinar nesta discussão sobre: Estratégias para aumentar a detecção de cios?
Engormix se reserva o direito de apagar e/ou modificar os comentários. Veja mais detalhes
Comentar
Criar nova discussão :
Se essa discussão não abrange temas de interesse ou levanta novas questões, você pode criar uma outra discussão.
Consultar um profissional em particular:
Se você tem um problema específico, você pode executar uma consulta em particular a um profissional em nossa comunidade.
 
   | 
Copyright © 1999-2019 Engormix - All Rights Reserved