Micotoxicoses em animais herbívoros

Publicado: 29/11/2012
Autor/s. : Luiz Celso Hygino Da Cruz.

Micotoxicoses em animais herbívoros Na maioria absoluta das vezes em que se discute o tema Micotoxinas/Micotoxicoses, não se aborda outra coisa que não esteja relacionada com as micotoxinas encontradas em cereais e oleaginosas. Quase ninguém se preocupa com as micotoxinas de ocorrência no campo. Não há estudos sistemáticos comparativos ou es...

remove_red_eye 2200 forum 8 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Fernando Amaral Fernando Amaral
Médico Veterinário
29 de Janeiro de 2013

Bom dia, tive um caso de uma fêmea bovina que apresentava-se em bom estado nutricional (gorda), que não foi mais encontrada, ou seja, estava no mata, sozinha.
Após alguns dias a encontramos cambalhante, com febre, narinas com descamação e, o mais interessante, um sobre casco nos quatro membros.
Não sei o diagnóstico definitivo, porém o animal sobreviveu, engordou novamente e foi descartado (abatido) .
Suspeitei de intoxicação por Micotoxinas, no caso ergotismo.

Gostaria de uma resposta. 

Obrigado.

Responder
Celio Costa Lopes Celio Costa Lopes
Produtor de gado de leite
26 de Fevereiro de 2013

Sou produtor e estou com problemas de parto, pois de vacas em perfeito estado de saúde, aparente, acabam nascendo bezerros mortos, todos totalmente formados. Pedi exames de sangue neste animais, estou aguardando resposta veterinária. Poderia fazer mais alguma coisa?

Responder
7 de Março de 2013

Só posso dizer uma coisa. pu é leptosperose, ou brucelose.

Responder
Luiz Celso Hygino Da Cruz Luiz Celso Hygino Da Cruz
- Prof.Titular e Prof. Emérito de Micologia e Micotoxicologia.
20 de Abril de 2013

Senhor Célio, diversas são as possíveis causas de aborto ou de partos de natimortos. Pode ser um agente infeccioso bacteriano, viral, fúngico, protozoários e agentes químicos diversos, ingeridos junto com plantas tóxicas ou mesmo produzidos por fungos crescento em alimentos fornecidos aos animais. Acho impossível que alguém possa firmar um diagnóstico à distância sem ter ao menos examinado os animais e o contexto em que eles estão inseridos. É indispensável uma consulta a um profissional Médico Veterinário que seja conhecedor de sua região e dos problemas próprios à região. Afirmações como a do Nutricionista Iraideval são desprovidas de base científica e, principalmente, de conhecimentos profissionais. Sugiro que o senhor contacte um Veterinário que trabalhe em sua região e o leve até à sua propriedade. Infelizmente não tenho como ajudá-lo, principalmente porque meus conhecimentos são limitados. Atenciosamente, Luiz Celso Hygino da Cruz

Responder
21 de Abril de 2013

O fato do seu comentario não diminuir a minha tese ou o meu conhecimento, meu comentário foi emcima de trabalhos feitos em campo, no dia a dia com pecuarista, se a ciência ainda não sabe de muitas coisas na teoria, eu sei muito mais na prática, pois os estudos cientificos ainda estão longe de saber muita coisa, pois o maior cientista do mundo sabe de todas as coisas, e vocês o ignoram (Deus) o nosso criador, e de todo o universo, o qual nós tentamos entender, mas não existe inteligência no mundo que o desafie ele.

Com muito Respeito Dr., o Homem vive estudando a vida inteira, mas nunca descobriu que o amor entre os homens é o fator principal desta humanidade, e que o amor não é comhecido pelos homens.

Responder
12 de Junho de 2013

Calma Senhores! Deus disse para que nós nos amássemos e não nos "amassemos".

O Prof. Hygino tem razão quando diz que é necessário a presença de um médico veterinário (com experiência científica e prática) para avaliar todas as possíveis causas destes casos de natimortos, baseando-se na anamnese, sinais clínicos e exames laboratoriais.
O Sr. Iraldeval, por outro lado, tem razão também em suspeitar de brucelose ou leptospirose. Como sou da área de microbiologia também começaria a suspeitar destas duas como doenças primárias. Muito embora a função de zootecnista não seja atuar na área de sanidade, um palpite como colega de classe irmã - a zootecnia, pode ser aceito perfeitamente.

Responder
Francisco de A. C. Brito Francisco de A. C. Brito
Dr. em Ciências Veterinárias
27 de Junho de 2013

Uma das mais comuns são as micotoxinas em graminhas consumidas por herbivoros tal como as das braquiarias, especialmente a Decumbens, e nunca ouvi falar em aborto provocado pela toxina (PITHOMYCES chartarum). Gostaria de ter maiores detalhes, pois sou Médico Veterinário e trabalho com herbivoros.

Responder
Luiz Celso Hygino Da Cruz Luiz Celso Hygino Da Cruz
- Prof.Titular e Prof. Emérito de Micologia e Micotoxicologia.
7 de Agosto de 2013

Também nunca ouvi qualquer referência a aborto associado à esporidesmina (micotoxina produzida pelo fungo Pithomyces chartarum).
Luiz Celso Hygino da Cruz

Responder
1
print
(2200)
(8)
Engormix se reserva o direito de apagar e/ou modificar os comentários. Veja mais detalhes
Comentar
Criar nova discussão :
Se essa discussão não abrange temas de interesse ou levanta novas questões, você pode criar uma outra discussão.
Consultar um profissional em particular:
Se você tem um problema específico, você pode executar uma consulta em particular a um profissional em nossa comunidade.
 
   | 
Copyright © 1999-2020 Engormix - All Rights Reserved