Surtos de Stomoxys calcitrans (Díptera:Muscidae) em bovinos e eqüinos na região Noroeste de São Paulo (Brasil) devido ao desequilíbrio ambiental

Publicado: 27/02/2009
Autor/s. :

Surtos de Stomoxys calcitrans (Díptera:Muscidae) em bovinos e eqüinos na região Noroeste de São Paulo/Brasil devido ao desequilíbrio ambiental.

INTRODUÇÃO

A região Noroeste do São Paulo está representada por algumas Usinas de açúcar e álcool, onde o derrame de vinhaça esta ocasionando desequilíbrio ambiental e alta proliferação do díptero Stomoxys calcitrans, conhecida popularmente como "mosca-dos-estábulos", ela não apresenta especificidade de hospedeiro para seu parasitismo e pode ser vetor mecânico e biológico de inúmeras enfermidades, podendo molestar inclusive ao homem. (CASTRO et al, 2008; FÖRSTER et al. 2007; GOMES, 2008), alguns autores relataram no Brasil, que essa mosca, pode causar prejuízos na ordem de 100 milhões de dólares anuais (GRISI et al., 2002), mas devem-se rever os estudos da perda econômica causada diretamente a esse mucídeo. Segundo Guimarães 1983 e 1984, os restos alimentares e o vinhoto, que é um subproduto da indústria canavieira, podem atrair e estimular a postura, bem como podem cria-se em palhas, restos culturais que tenham permanecido no campo por algum tempo, principalmente se estes materiais encontrarem fermentados ou umedecidos com urina e fezes de gado. O objetivo do presente estudo foi identificar larvas de S. calcitrans em substrato, fezes misturadas à urina, restos vegetais junto com vinhoto e também, registrar as perdas econômicas acometida pelo díptero parasitando bovinos e eqüinos ao redor das plantações de cana de açúcar no período analisado.


MATERIAL & MÉTODOS


O surto de S. calcitrans em bovinos e eqüinos ocorreu no Estado de São Paulo, em criatórios ao redor de plantações de cana de açúcar no município de União Paulista e municípios ai redor. A região pertencente ao EDR/CATI/SAA (Escritório de Desenvolvimento Rural da Coordenadoria de Assistência Técnica Integral da Secretaria da Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo) regional de General Salgado, tendo o município as seguintes coordenadas: latitude -20° 53' 14'' e longitude 49° 53' 50'', altitude de 480 metros. Durante o período de janeiro a março de 2008 a pluviometria foi de 315 mm e temperatura média de 27 ºC. Foram colhidas, conservadas e identificadas às larvas vindas dos substratos e as moscas adultas capturadas nos animais, no capim e outras superfícies, de acordo com os manuais de entomologia (Medicina Veterinária e Humana), livros textos ilustrativos e fichas dicotômicas (JAMES, 1964; URQHARTH & KEVIN, 1990; REY, 2003).


RESULTADOS

A maior representatividade do prejuízo ocasionado foram observados nos bovinos de corte, pela perda em peso, sendo qualificado em escore corporal de 3 e 4. A redução da carcaça foi o fator considerado agravante em todos os animais, devido ao permanente estresse, impossibilitando o pastejo habitual, em época de abundante massa verde e de boa qualidade, muitas vezes amontoados. Devido ao parasitismo, os animais não se alimentavam e perderam aproximadamente 50 kg, danos que se estenderam, também, ao rebanho leiteiro, com queda de produção leiteira que variou de 15 a 40% por vaca/dia. Os eqüinos, sob a mesma conseqüência, demonstraram emagrecimento, não mensurado, mas o desconforto ao parasitismo foi nítido. Pelas condições, o clima úmido e quente favoreceu a multiplicação de moscas em palha, torta de filtro (bagaço triturado) e no vinhoto lançado às pastagens. Foram encontradas formas imaturas de S. calcitrans utilizando como substrato, fezes misturadas à urina, restos vegetais e vinhoto e também, foram observados este díptero parasitando bovinos e eqüinos ao redor das plantações de cana de açúcar e pousando nas superfícies, bem como a mortandade de peixes também foi relatada pelos produtores rurais de Planalto/SP e publicado em jornais locais, sendo realizado recentemente, em reunião participativa do Programa Estadual de Microbacia Hidrográfica do Estado de São Paulo (PEMH), a elaboração de uma ATA, contendo pedidos sobre o assunto e outros manifestos para condução da segunda fase do programa, conhecida como MBH 2 “Acesso ao Mercado” com ênfase ao desenvolvimento sustentável rural (DSR), com a grande parceria da Secretaria do Meio Ambiente do Estado de São Paulo (CATI, 2009)


CONCLUSÕES

Além do clima favorável para biologia do muscídeo, o vinhoto na cana de açúcar, juntamente com a palha e torta de filtro e/ou eventualmente incorporada às fezes, contribuíram para o sucesso da viabilidade biológica do parasita na região estudada e foram os principais fatores responsáveis pela elevada incidência da Stomoxis calcitrans, desequilíbrio ambiental e, consequentemente ocasionado as perdas econômicas relatas nesse artigo.



REFERÊNCIAS


CATI. Coordenadoria de Assistência Técnica Integral da Secretaria da Agricultura do Estado de São Paulo. Acesso em 10/02/09. Disponível em:

CASTRO, B. G. et al. Isolamento de espécies enterobacterianas em Stomoxys calcitrans. Cienc. Rural. Acesso em 08/08/2008. Disponível em:

FORSTER M. et al. Pilot study on synanthropic flies (e.g. Musca, Sarcophaga, Calliphora, Fannia, Lucilia, Stomoxys) as vectors of pathogenic microorganisms. Parasitol. Research. v.101, n.1, p. 243-246, 2007.

GRISI, L. et al. Impacto econômico das principais ectoparasitoses em bovinos no Brasil. H. Veterinária. Ano 21, n. 125, p. 8-10, 2002.

GOMES, R.A. et al. Resposta Imune-Humoral de búfalos (Bubalus bubalis) contra Anaplasma marginale (THEILER, 1910). Rev. Bras. Parasitol. Vet. Ano 17, n.2, p. 73-80, 2008.

GUIMARÃES, J. H. Moscas - biologia, ecologia e controle. Agroquímica Ciba Geigy. v. 21, p. 20-26, 1983.

GUIMARÃES, J. H. Mosca dos estábulos. Uma importante praga do gado. Agroquímica Ciba Geigy. v. 23, p. 10-14,1984.

JAMES M T. The flies that cause myasis in man; United States Department of Agriculture, Miscellaneous publication n° 631, Washington, D. C. 1964.

MORAES et al. Capacidade de Stomoxys calcitrans em carrear bactérias nas etiologias das mastites de municípios do Rio de Janeiro. Rev. Bras. Parasitol. Vet., 13, 4, 143-149, 2004.

REY, L. Parasitologia. 3 ED. Rio de Janeiro: Guanabara, 2003

URQUHARTH, J.; KEVIN, J. Parasitologia Veterinária. Rio de Janeiro: Guanabara,Koogan 2003, 1990, 306p.

Palavras-Chave: bovino, equino, Stomoxys calcitrans, prejuizos, cana

Agradecimentos: Ao técnico Denílson Godoy da Casa da Agricultura de União Paulista e Sidney Ezidro Martins, EDR General Salgado/CATI/SAA, Profs. Alvimar José da Costa e Gilson Pereira de Oliveira FCAV/CPPAR/UNESP



Foto 1: Rebanho mestiço amontoado devido ao parasitismo por S. calcitrans e em fase de emagrecimento em períodos chuvosos.



Foto 2: Eqüinos molestados por S. calcitrans.



Foto 3: S. calcitrans na superfície do veÍculo.

 
remove_red_eye 4077 forum 1 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Ver todos os comentários
 
   | 
Copyright © 1999-2020 Engormix - All Rights Reserved