Discussão criada em 20/10/2016

O uso de aditvos, óleos essenciais, para o controle de mortalidade e promotor de desempenho em frangos de corte no verão.

Melhorar o desempenho das aves de corte no aspecto sanitário e financeiro, tanto para avicultores e também para as integradoras é viável e factível através do uso de óleos essenciais. Resultados obtidos em vários acompanhamentos técnicos comerciais evidenciaram estes ganhos na avicultura brasileira.

Seriam estes os promotores de crescimento substitutos aos antibióticos ?

Aguardo seus comentários.

Roberto de Andrade Bordin
Pesquisador Técnico de Mercado
remove_red_eye 53 forum 1 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Roberto de Andrade Bordin Roberto de Andrade Bordin
Pesquisador Técnico de Mercado
20 de Outubro de 2016
Olá amigos...

Segue um material bem interessante sobre o assunto de nosso fórum...dados consagrados de melhorias de desempenho produtivo, sanitário e financeiro em produção de frangos de corte.

VALORIZAÇÃO FINANCEIRA DO USO DE ADITIVOS (Óleos Essenciais) EM PARA FRANGOS DE CORTE NO VERÃO EM FUNÇÃO DA DIMINUIÇÃO DE ALTAS TAXAS DE MORTALIDADE EM FINAL DE LOTE.

Manter os frangos de corte em ambientes de conforto térmico bem como relacionar melhores condições climáticas e de bem estar a estes animais, são os pontos principais para se obter desempenhos positivos dos lotes tanto no aspecto financeiro como sanitário em avicultura.

Os óleos essenciais constituem-se em misturas de substâncias voláteis e possuem amplo espectro de ação. Atualmente são as principais substâncias em estudo e uso com capacidade de desempenhar melhorias no desempenho das aves em sanidade, viabilidade de criação e remuneração ao produtor. Estas substâncias também apresentam vantagens técnicas por não terem restrições quanto ao seu uso nas diversas fases de criação dos frangos.

Um ponto importante é que de maneira geral os custos com mortalidade são representativos quando este processo ocorre no final dos lotes onde o somatório de gastos feitos pela empresa integradora se torna completo, principalmente no verão onde as taxas podem ser mais expressivas. O custo médio, de compra, atualmente em frangos de corte no Brasil para abate é de R$ 6,75 (2,7 kg X R$ 2,5 kg de frango).

Utilizar tecnologias para potencializar a viabilidade técnica e sanitária dos lotes é fundamental para tornar o avicultor e a Integração avícola mais competitivos no setor. O uso de Óleos essenciais é um exemplo destas tecnologias.

Em um estudo técnico comercial, que teve como objetivo avaliar o desempenho produtivo e financeiro em frangos de corte em função do uso de óleos essenciais como substâncias melhoradoras de desempenho relacionados a uma taxa de mortalidade elevada no verão caracterizou o potencial tecnológico e financeiro deste aditivo.

O estudo foi conduzido em uma integração avícola brasileira em 12 galpões comerciais com média de 25.000 aves por galpão, no verão. O intuito deste trabalho foi de avaliar o potencial financeiro do uso de um produto a base de óleos essenciais na água bebida e aspersão aérea, visando atuação sobre o aparelho respiratório, melhoria da fisiologia respiratória, bem como na sanidade e nos processos inflamatórios locais gerados na fase final da vida dos frangos em galpões cuja mortalidade era elevada naquele momento.

O resultado obtido evidenciou uma redução da mortalidade para 50 aves/ dia comparado com os galpões sem tratamento, onde a mortalidade era em média, de 200 aves/ dia (1000 frangos em 5 dias/ galpão).

O gasto financeiro em 5 dias (35 – 40 dias de idade) por galpão tratado foi de R$ 1.687,50 com a mortalidade e R$ 600,00 com o uso do óleo essencial, totalizando R$ 2.287,50. Gerando assim as condições comuns de mortalidade utilizando o produto.

No caso de cada galpão não tratado (alta taxa de mortalidade) a perda financeira em 5 dias foi de R$ 6.750,00 (R$ 6,75 x 1000 frangos).

A taxa de retorno para cada real investido no produto em relação aos animais que foram “resgatados”, deixaram de morrer (750 frangos em 5 dias) foi um índice médio de 8,43, ou seja R$ 5062,50 (750 frangos X R$ 6,75) por galpão em função da não mortalidade equacionado por R$ 600,00 relacionados e investidos no produto.

O retorno financeiro básico obtido foi de R$ 4462,20 por galpão sendo R$ 5062,50 (aves resgatadas) descontando o valor R$ 600,00 (custo da terapia de resgate – Óleo essencial).

A inclusão de óleo essencial melhorou a taxa de viabilidade criatória, diminuiu as perdas e/ou potencializou ganhos financeiros do lote. Justificando e caracterizando assim seu uso em ambientes avícolas como melhorador de desempenho criatório e sanitário no animais.
Responder
1
Engormix se reserva o direito de apagar e/ou modificar os comentários. Veja mais detalhes
Comentar
Criar nova discussão :
Se essa discussão não abrange temas de interesse ou levanta novas questões, você pode criar uma outra discussão.
Consultar um profissional em particular:
Se você tem um problema específico, você pode executar uma consulta em particular a um profissional em nossa comunidade.
 
Copyright © 1999-2022 Engormix - All Rights Reserved