Biosseguridade e saúde dos frangos

Biosseguridade e cuidados com a saúde dos frangos

Publicado: 18/10/2011
Autor/s. : Fátima Jaenisch (Médica Veterinária, M.Sc. /Embrapa Suínos e Aves)
(Data original de publicação do trabalho: Dezembro/2006) A produção de frangos é um empreendimento que requer investimentos razoáveis, cujo retorno éproporcional à habilidade do produtor de maximizar os ganhos e minimizar as fontes de perdas. Tanto quanto aalimentação e o manejo, a saúde do plantel é essencial par...
remove_red_eye 2062 forum 18 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Edilene Cotrim Edilene Cotrim
Consultora Técnica - Cotrim Consultoria
18 de Outubro de 2011

Além de todas as indicações da Dra Fátima, não podemos esquecer de proceder na limpeza das caixas de água e do sistema de distribuição de água. Limpar encanamentos, caixas de água ou reservatório, evitar a contaminação com matéria orgânica e manter bem fechada a fonte de água ( reservatórios) para evitar a entrada de insetos e pequenos répteis é de extrema importância.
A qualidade da água deve ser considerada parte da alimentação das aves, já que pode veicular patógenos de diferentes categorias e por sua vez infectar as aves. A água além de potavel necessita ser clorada para garantir a saúde das aves. Utilzar um produto clorado de boa qualidade não vai comprometer o sistemas dos bicos e de distribuição de água.

Responder
Fernando Stuart Fernando Stuart
Consultor
18 de Outubro de 2011

Apenas como informação, o melhor biocida para este tipo de desinfecção da água é um insumo chamado Clor-in, que é um sal clorado aprovado pelo IBD como insumo orgânico, que é 300 vezes mais eficaz que os hipocloritos, não gerando resíduos químicos e sólidos, e não trazendo risco aos animais, humanos e para o meio ambiente, e por isso este insumo é certificado pelo IBD. Pode ainda para a desinfecção de abatedouros e da água de consumo dos frangos, reduzindo drasticamente as infecções gastrointestinais dos animais.

Responder
Weliton Marcus Silva Weliton Marcus Silva
Gerente de produção de corte
18 de Outubro de 2011

fazendo uma limpeza da caixa de água com cloro de xoque e nas tubolações de destribuiçõa de agua para os animais vão diminuir e muitos problemas de agentes de patonogidades.

Responder
18 de Outubro de 2011

O uso de filtros de carbono na captura da água que abastece o plantel elimina praticamente 100% das partículas solúveis e solventes da água,  assim proporcionado a redução de agentes patogénico.

Responder
Fernando Stuart Fernando Stuart
Consultor
19 de Outubro de 2011

Caros senhores Fernandes e Weliton;

Preciso acrescentar e corrigir algumas informações;
A limpeza de reservatórios de água por meio de choque de cloro é um procedimento que serve apenas para fazer a desinfecção obrigatória por regulamentação da Anvisa e semestral. Todas as empresas precisam fazer este procedimento sejam elas indústrias, restaurantes ou empresas do agronegócio. Porém isso não garante que a água continuará livre de agentes patológicos, pois o cloro é um gás extremamente volátil, que no caso do Clor-in permanece ativo por 5 dias na água, mas em tratando do hipoclorito este prazo reduz para 24 horas. Sendo assim é necessário fazer um acompanhamento diário da qualidade da água, mas se a sua empresa utiliza o produto certo com a freqüência correta, torna-se desnecessário fazer laudos constantes da água. Este procedimento interfere diretamente no processo de crescimento dos animais e conseqüentemente no resultado financeiro da unidade. 


Com relação a filtros, devo dizer que nenhum filtro existente no mercado garante “cientificamente” que não haverá a presença de agentes patogênicos na água e esta informação não é aceita pela Anvisa. Filtros de ultra-violeta e ozônio eliminam apenas uma parte dos agentes presentes na água, mas não impedem sua proliferação uma vez que a água já tenha passado pelo sistema de filtragem e não estará com qualquer residual que bloqueie a proliferação das bactérias. A função do Cloro ao formar o ácido hipocloroso no processo de hidrólise da água é eliminar bactérias e IMPEDIR QUE HAJA O SURGIMENTO DE NOVAS BACTÉRIAS. Outra informação importante é que os filtros de carvão ativado servem apenas para retirar gases e odores da água, e os sistemas de osmose reversa servem apenas para retirar sais e minérios presentes na água, e sendo assim e em conformidade a legislação vidente, água tratada é água clorada.
Outro dado importante é que a qualidade da água não esta relacionada ao fato da mesma estar cristalina ou turva. Podemos ter uma água cristalina repleta de agentes e desta forma se caracterizar como sendo uma água péssima para o consumo humano e animal, e ao mesmo tempo termos uma água barrenta e excelente para o consumo humano e animal.

Responder
Edilene Cotrim Edilene Cotrim
Consultora Técnica - Cotrim Consultoria
19 de Outubro de 2011

As colocações do Sr Stuart foram excelentes, mas quando se trata de produção animal, os procedimentos são diferentes. A limpeza do sistema e reservatórios deve se realizada a cada troca de lote no caso de aves de corte, e seguindo protocolo de cada unidade no caso de aves de postura, matrizeiros etc.
água deve ser constantemente clorada, utilizando preferencialmente cloradores automáticos ajustados para obter uma cloração linear, mesmo quando utilizar o “cloro choque” comentado pelo Sr Weliton ou com sistemas de filtragem na captação, comentado pelo Sr Fernandes.
Vários estudos mostram que o cloro orgânico está entre os produtos mais indicados para a produção de aves, porém o mais importante é utilizar de maneira correta, seguindo indicações do Técnico ou Médico Veterinário.

Responder
Weliton Marcus Silva Weliton Marcus Silva
Gerente de produção de corte
19 de Outubro de 2011

cordeno 11 aviarios na região do alto paranaiba na cidade de patos de minas e sempre obtive bons resutados com uso de clora em pastilhas e com cloradores automatico,e sempre usei e indico da hidroall cloro choque e mais seguro do que uso do vinagre em água.

Responder
Fernando Stuart Fernando Stuart
Consultor
19 de Outubro de 2011

Caros senhores;
Concordo que vinagre não é um produto com função saneante adequado aos processos profissionais;
Recomendo aos senhores que busquem trabalhar produtos certificados, o fato de utilizar um produto hoje não significa dizer que não devemos procurar soluções com mais segurança e tecnologia, pois à décadas atrás o único produto conhecido para tratamento de água era o hipoclorito, sendo considerado como uma excelente solução. Hoje existem outros produtos clorados com eficácia de 80 a 300 vezes superior aos Hipocloritos, e o hipoclorito esta proibido PARA VÁRIAS INDICAÇÕES nos USA e na comunidade Européia;
Busquem produtos com laudos da Fiocruz, Embrapa, Noel Nutels, Adolf Lutz, Cetesb e outros, pois o mercado de cloro é muito prostituído e existem muitos produtos no mercado, mas como ninguém é obrigado a fazer estes laudos (que são rigorosíssimos) para ter aprovação da Anvisa, a maioria dos fabricantes simplesmente não os fazem para evitar exposição da marca em uma possível REPROVAÇÃO.
Usar tricloro além de errado contraria a Portaria 152 e a resolução 150 da Anvisa. (BUSQUEM ESTA INFORMAÇÃO)
Não existe Cloro orgânico, existem sim produtos clorados com selo de insumo orgânico e aprovados pelo IBD, e que por isso são muito mais seguros e confiáveis, pois não geram resíduos químicos (THMs, Cloraminas e organoclorados, e resíduos sólidos, e o produto da Hidroall não possui este selo.
Caso alguém queira tirar dúvidas, pode entrar em contato pelo meu e-mail: fstuart@ig.com.br

Responder
Edilene Cotrim Edilene Cotrim
Consultora Técnica - Cotrim Consultoria
19 de Outubro de 2011

Prezado Sr Stuart
O uso do ácido acético é comum para limpeza do sistema de distribuição de água na produção animal, em concentrações adequadas, são os conhecido ácidos orgânicos (classificação química).
O uso do tricloro (ácido tricloroisocianúrico) não é errado e não contraria e nem fere Portarias ou RDC s da Anvisa ( Agencia Nacional de Vigilância Sanitária), inclusive temos marcas registradas para consumo humano ( ingestão) com este principio ativo, esta informação pode ser consultada diretamente no site da Anvisa, caso o senhor deseje.
Quando me refiro a cloro orgânico, quero me referir à classificação química do produto, e esta classificação é conhecida desta forma pelo mercado, não estou indicando marca ou selo, ou produto para utilização na produção orgânica de alimentos.
Os produtos indicados para consumo animal precisam ter eficácia para patógenos específicos, e esta deve ser a preocupação do usuário e é a preocupação de nossa empresa( HIdroall), que há anos investe em pesquisas e estudos de seus produtos para este fim.
O objetivo deste fórum é colaborar com o mercado, disponibilizando informações pertinentes, dividir anos de estudo e pesquisa a campo e de laboratório, contribuir tecnologicamente com a produção de alimentos, orientando Médicos Veterinários, Técnicos, granjeiros, produtores.
Infelizmente existem empresas e profissionais que dificultam a execução de trabalho sério, e disponibilizam produtos de eficácia duvidosa, não orientam adequadamente seus usuários, e passam informações inadequadas ao mercado, mas depende de nós profissionais e usuários deste fórum modificar isto.

Responder
Weliton Marcus Silva Weliton Marcus Silva
Gerente de produção de corte
19 de Outubro de 2011
melhor do esse esclarecimento so se for uma palestra.sou cliente da hidroall junta compro cloro desse empresa a 12 anos nunca tive poblema quanto uso de cloro tive foi ganhos do meus lotes .eu te agradeço edilane cotrim
Responder
Amiel Braza Camilo Cossa Amiel Braza Camilo Cossa
Médico Veterinário
20 de Outubro de 2011

outro aspecto a considerar tambem na bioseguridade e que a água vacinal deve estar livre de cloro ou por outra recomendo que 3 dias antes ou 3 dias depois temos de suspender o cloro quando vamos proceder a vacinacao dos pintos pois o cloro inativa a vacina. contudo ja existem formulacaoes no mercado que ajudam a estabilizar a agua de vacina que podem se recorrer e trazem bons resultados abracos

Responder
Weliton Marcus Silva Weliton Marcus Silva
Gerente de produção de corte
20 de Outubro de 2011

por que a utilização de vacinas em água, sendo que hoje ja exitem vacinas em inbrioes no encubatorio.e so fazer um bom maneijo de desifecçoes com bons produtos,ja exitentes no mercado utilização de dioxio de cloro amonia e varios outros ok.

Responder
Weliton Marcus Silva Weliton Marcus Silva
Gerente de produção de corte
20 de Outubro de 2011
sendo que 7 anos não tenho desafio de gumboro ou bronquite,nas minhas estalações sendo que o aviario fica 12 km da cidade.
Responder
Amiel Braza Camilo Cossa Amiel Braza Camilo Cossa
Médico Veterinário
20 de Outubro de 2011
tens toda razao no seu comentario WELITON porem, a realidade de Mocambique ainda e um poco retrogada pois ainda nao fazemos em imbrioes e o pais e endemico em gumboro, newcastle bronquite e marek. recomendo a todos que queiram contruir uma instalcao avicola isolar o maximo das cidade mas nao aceitam pk sai muito caro escoar o produto ao mercado e instal-se uma serie de riscos que comprometem a biseguranca
Responder
Weliton Marcus Silva Weliton Marcus Silva
Gerente de produção de corte
20 de Outubro de 2011
amiel,trabalhei em araguari no frango romano onde eu tive grande desafio de gumboro e bronquite,foi muito deficio combater esse virus.na epoca pitinhos viam vacinado do encubatorio mas tivemo que usar um reforço no campo com cepa forte ibd-l para gumboro que era ceva ou merial que pegou muito bem(pintinhos vacinados do incubatorio com transmune ou vaxxitec deve ter um reforço com cepa forte).
Responder
Edilene Cotrim Edilene Cotrim
Consultora Técnica - Cotrim Consultoria
20 de Outubro de 2011

Sr Amiel
Para a utilização de vacinas e algumas medicações, onde é solicitada a retirada do cloro, o melhor a fazer é utilizar um tablete “declorador”, que muitas empresas de vacinas fornecem, ou então filtrar a água em elemento filtrante de carvão ativado, estes dois procedimentos vão “eliminar” o cloro presente e lhe fornecer água de boa qualidade. A água utilizada pode interferir nos resultados da medicação ou vacinação.
Sr Weliton, grata pela parceria de tantos anos, nosso objetivo é colaborar.

Responder
Fernando Stuart Fernando Stuart
Consultor
20 de Outubro de 2011

Gostaria de salientar algumas informações:
Com relação às pesquisas realizadas por este ou aquele fabricante, devo informar as pesquisas só possuem efetiva validade uma vez que realizadas por órgãos CONSAGRADOS de saúde pública. Certamente existem várias publicações e monografias feitas de forma independente, mas para consulta pública não são considerados como informações oficiais.
Com relação ao a remoção do cloro por meio de elemento filtrante, a Sra. Edilene Cotrim esta coberta de razão, pois esta é realmente é a solução mais simples, econômica e eficaz de garantir uma água sem cloro, porém sem a presença de agentes patogênicos uma vez que a água tenha sido clorada por pelo menos 15 minutos antes de passar pelo filtro. Mas apenas para lembrar, existem produtos clorados que produzem cloraminas, THMs e organoclorados, que são substâncias que mesmo o carvão ativado não consegue retirar, e este é o mesmo problema que os centros de hemodiálise enfrentam ao utilizar produtos que geram outros resíduos, em fim ninguém é obrigado a utilizar este ou aquele produto, pois uma vez que o produto seja aprovado pela portaria da ANVISA, o mesmo pode ser utilizado, e neste aspecto eu discordo da Sra. Edilene Cotrim, pois as portarias que regem o tratamento de água são a 152 e a 150, e não conheço outra que as substitua, e se houver, por favor, perdoem minha ignorância e se possível informem o link ou número da mesma como estou fazendo agora para aqueles que desejarem se informar, para que eu me informe. Gosto sempre de citar as portarias e publicações para que as minhas informações tenham maior confiabilidade
Seguem os links:
Port 152 (http://www.anvisa.gov.br/legis/portarias/152_99.htm)
Resolução 150 (http://www.anvisa.gov.br/legis/resol/150_99.htm)
Port 518 (http://www.anvisa.gov.br/legis/portarias/518_04.htm)

Responder
Weliton Marcus Silva Weliton Marcus Silva
Gerente de produção de corte
24 de Outubro de 2011

o cloro continua sendo o melhor e mais eficiente em questão de desifetante de  água de largo aspecto do mercado que o dioxio de cloro .

Responder
1
print
(2062)
(18)
Engormix se reserva o direito de apagar e/ou modificar os comentários. Veja mais detalhes
Comentar
Criar nova discussão :
Se essa discussão não abrange temas de interesse ou levanta novas questões, você pode criar uma outra discussão.
Consultar um profissional em particular:
Se você tem um problema específico, você pode executar uma consulta em particular a um profissional em nossa comunidade.
 
Copyright © 1999-2023 Engormix - All Rights Reserved