Discussão criada em 21/01/2014

Ave com vermes nas fezes

Prezados, gostaria de ouvir opiniões. Não sou produtor, mas um simples criador de um galo (Pet) em uma cidade grande (Fortaleza). Esse galo é jovem (o esporão ainda é pequeno e arredondado na ponta), criado em um grande quintal de barro, com alguma vegetação nativa composta, principalmente, por gramíneas e matos diversos. Há sombra disponível em uma árvore de siriguela, uma mangueira e uma aceroleira. Além disso, algumas aves frequentam o ambiente (rolinhas, por exemplo). Há ainda muitas formigas no terreno, como as cortadeiras e outras que desconheço, além de outros insetos, como gafanhotos. A ração do animal é principalmente milho, mas oferecemos ainda restos de verduras de nossa alimentação, bem como casca de ovos. Ao lado da comida, há o pote com água. Ambos, comida e bebida, são servidos em potes específicos no chão. Recentemente constatamos que o animal está com uma infestação, observada pelas fezes, como na foto anexa. Os vermes são claros (aspecto esbranquiçado) e movem-se como minhocas (esticando-se e encolhendo-se), parecem morrer após a eliminação pelas fezes (ressecamento?), quando não são devoradas por formigas. Levamos a um veterinário de aves, que recomendou o uso de Provermin (Fembendazol 2g) na água de beber por 3 dias seguidos, devendo retornar para nova avaliação após 15 dias. Minha dúvida é sobre a dose eficaz para que os vermes sejam eliminados, visto que a conduta de esperar para que animal beba a água na quantidade necessária para ser fatal aos vermes me parece muito vaga. Não sei o quanto ele deve beber para que haja efeito terapêutico. Fica parecendo uma dose meio sem controle (ora toma demais, ora toma de menos). Não há uma conduta mais eficaz de uma profilaxia mais bem feita? O que acham? Agradeço as opiniões.

Erik Ximenes
apenas visitante
remove_red_eye 19617 forum 27 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Erik Ximenes Erik Ximenes
apenas visitante
27 de Janeiro de 2014

Amigos,
Como não tive nenhuma opinião, até a presente data, de nenhum profissional veterinário neste fórum, decidi proceder parcialmente como orientou meu veterinário inicialmente. Lembrando que minha dúvida fundamenta-se na efetividade terapêutica da conduta, através da questionável adesão da ave e da falta de maiores informações: não obtive respostas, nem do meu veterinário, nem deste fórum (desculpem a pressa). Como orientou o meu veterinário, criei a solução de 250 mL de água e um pacotinho de Provermin 20g (Febendazol 2g) e disponibilizei para que o animal bebesse em lugar de água pura, durante 3 dias seguidos. Entretanto, tomei a iniciativa de "reforçar" a adesão da ave aplicando 20 mL da solução diretamente no bico, com ajuda de uma seringa sem agulha, todos os 3 dias. Notei visível melhora dos vermes. Entretanto, constatei, ao fim dos 3 dias, que a infestação foi apenas parcialmente curada. Observei que nas fezes da ave ainda existiam outros vermes que não percebi incialmente. Eram muito menores que as primeiras (da foto inicial, no fórum), talvez um milímetro, no máximo, como pequeninas minhocas e em grande número. Como passaram-se 3 dias voltarei ao veterinário para solicitar orientações, mas estou meio desorientado, sem referências e, francamente, decepcionado com a terapia proposta.

Responder
26 de Julho de 2020
Erik Ximenes bom dia! Tenho um fórum onde somos criadores e trocamos informações sobre doenças e medicamentos . Quanto aos vermes é muito difícil eliminar, pois se existem aves silvestre tipo rolinha, pardal e outros , ou até mesmo gato, haverá reinfestacão. Eu costumo usar o provermim e repetir a cada semana, pois assim consegue eliminar os vermes que eclodiram dos ovos. Vou deixar o número do ZAP , caso queira entrar no grupo de aves . 21991370929
Responder
Jaqueline Tomaz Jaqueline Tomaz
Fotografa
30 de Janeiro de 2014

Não entendo muito, nem sou veterinária.... Meu amigo é veterinário e ele sempre me disse que verme é tratado da seguinte forma: A primeira dose e a 2° em 15 dias. A primeira mata os vermes e ficam os ovos que crescem e você mata eles na segunda dose.

Responder
Erik Ximenes Erik Ximenes
apenas visitante
30 de Janeiro de 2014
Prezada Jaqueline,
Obrigado pela sua opinião.
Entretanto observei minúsculos vermes (quase 1mm de tamanho) mesmo após a 1º fase do tratamento (no dia seguinte), o que não considero normal, pois, como você lembrou a opinião de seu amigo veterinário "após a primeira dose, morrem os vermes adultos e, provavelmente, ficam alguns ovos" que serão o alvo da dose dos 15 dias após.
Além disso, tenho minhas dúvidas se a ave é capaz de se auto administrar a medicação, enquanto toma a água, em níveis terapêuticos.
Mais uma vez agradeço sua opinião.
Responder
Marcelo de Souza Lima Marcelo de Souza Lima
Médico Veterinário
3 de Fevereiro de 2014

Bom dia, Erik,

Não se desanime quanto à ausência de resposta, pois, quem me alertou para a sua dúvida foi o pessoal do Engormix, sempre atento aos fóruns de discussão.
Vamos lá então tentar esclarecer suas dúvidas, já parcialmente esclarecidas pela nossa amiga fotógrafa, se valendo de um comentário de um profissional.
Antes de mais nada, você pede uma profilaxia mais eficaz para combate de verminose, por acreditar que a dose de medicação não vai ser suficiente. Da maneira que você agiu, está correta, pois você assegurou uma quantidade de medicação na ave. Mas de nada vai adiantar se você não toma alguns cuidados preventivos.
Na sua anamnese (descrição do que ocorre com a ave), você narra alguns detalhes fundamentais para que você dê melhores condições de vida à sua ave. Em avicultura, água de bebida da ave deve, primeiramente, ser bebida pelo su criador. Você beberia da água ofertada para sua ave? Essa é a pergunta base. Se sim, ótimo, você é um excelente criador e preocupa-se com sua ave. Se a resposta for não, está na hora de mudarmos alguns conceitos.
Quintal de barro, sombra disponível, umidade presente, sol de verão, são todos ingredientes para uma fábrica de verminose em escala inconfundívelmente propícia, podendo levar o animal à morte.
Água é imprescindível à vida, portanto, todo cuidado é pouco. Recomendo que compre e instale um bebedouro pendular, não de copo, que é uma porcaria, mas o de granja de frangos de corte. Use a imaginação para instalar em um local fresco, com sombra e com reservatório lavável e de fácil abastecimento, fechado. Assim, se assegura uma água de qualidade, sem contaminantes e, quando diluído medicamento, terás certeza da diluição e da ingestão do mesmo.
Todo medicamento tem um nível sérico efetivo (quantidade do princípio ativo no sangue), que fará com que ele seja efetivo no verme ou em qualquer agente maléfico, precisando assim de uma quantidade ingerida, devidamente diluída conforme bula do medicamento, por um determinado tempo de uso. Sendo assim, se permanecerá na corrente sanguínea até todas as formas do ciclo do verme serem eliminadas, por isso é recomendado em períodos de 3 ou 4 etapas, para quebrar o ciclo reprodutivo do verme, somados à ações de higiene, como as solicitadas.
Não se preocupe com o que vai sair de dentro da ave e, sim, com o que vais entrar, por que somos reflexo do que ingerimos e com os animais também é assim.
Compre um comedouro pendular para ofertar a ração a sua ave, sempre na quantidade necessária, para uma ave adulta cerca de 80 gramas ao dia em duas vezes, não entre nessa de à vontade, aumente a oferta de verde, esse sim à vontade.
Espere que consiga seguir todas as sugestões e aguardamos, eu e toda galera do Engormix, seu relato de como correu tudo o que foi sugerido, não só para resolver o seu problema, como para compartilhar experiências e fazer valer o objetivo do fórum, circular informação a todos.
Um grande abraço, qualquer dúvida, poste-a.

Responder
15 de Fevereiro de 2019
Marcelo de Souza Lima o sr pode dizer o nome desse verme por favor.
Responder
Erik Ximenes Erik Ximenes
apenas visitante
4 de Fevereiro de 2014
Poxa, Dr. ! É de uma orientação assim que preciso. Muitas informações que eu não tinha. Porei em prática e darei o retorno certamente.
Responder
Erik Ximenes Erik Ximenes
apenas visitante
3 de Junho de 2014

Prezados,
Apenas dando o retorno.
Esperei algum tempo para reunir informações.
Após continuar a aplicação do vermífugo, percebi que os vermes expelidos diminuíram consideravelmente de tamanho (seriam versões jovens?) até um ponto em que nada mais era observado a olho nu, além dos restos alimentares.
Além disso, aumentei a quantidade de verduras fornecidas (coentro e cebolinha).
Em relação à água, ainda tenho um pouco de dificuldade para encontrar bebedouro adequado, como o do gotejamento, visto que é mais acessível ao galo em função da crista, que atrapalha um pouco.
Após isso não tivemos mais problemas com vermes até a presente data.
Desde já agradeço as orientações, pois aqui, em Fortaleza, os veterinários só trabalham com cães, gatos e periquitos. Difícil encontrar um que trabalhe com galinhas.
Até,

Responder
Eduardo Espinoza Eduardo Espinoza
Pós-gradução em Veterinária
27 de Setembro de 2014
Debe administrar desparasitante que esté indicado para platelmintos (gusanos planos o taenias). Mejor si de amplio espectro, adulticida y ovicida. Hágalo regularmente, según la indicación de la casa fabricante.
Responder
Eduardo Espinoza Eduardo Espinoza
Pós-gradução em Veterinária
27 de Setembro de 2014
Pode ser tratado com praziquantel a uma dose de 6 mg / kg de peso corporal, administrados na ração.
Responder
Erik Ximenes Erik Ximenes
apenas visitante
27 de Setembro de 2014
Prezado doutor Jorge Espinoza, obrigado por sua orientação. Será muito importante.
Responder
Adilson Rodrigues Adilson Rodrigues
Estudante
4 de Maio de 2017
Tenho um trinca ferro e ele está com vermes nas fezes já verifiquei com alguns remédios para vermes mas não resolveu gostaria que aquém me ajudace discobrir qua tipo deste vermes equalizador vermífugo usar obrigado e boa noite
Responder
29 de Abril de 2018
Também estou com o mesmo problema no meu trinca ferro vermes brancos que ele expele nas fezes gostaria saber que tipo de verme que é qual o mal que esse verme causa na ave e qual o tratamento para eliminar esse parasita.
Responder
27 de Janeiro de 2019
Olá bom dia , tenho um bicudo de um ano de idade e ele quase toda vez que faz coco ele da uns pulinhos como se estivesse com dificuldade. Notei também que ele tira algo do anus com o bico quando isso acontece . Estou suspirando que seja algum tipo de verme . Ele foi fermífugado como o recomendado três dias retomando após 15 dias . Alguém alguese sabe oque pode ser ou já passou por essa situação.
Desde já agradeço.
Responder
15 de Fevereiro de 2019
Boa noite. Vcs poderiam dizer o nome desse verme por favor e dizer de onde ele é contraido,como acabar com ele tenho um trinca ferro e esta saindo muito nas fezes.
Responder
21 de Fevereiro de 2019
Qual o nome dessa verme da foto? Minha cadela fez cocô e as vermes eram idênticas a essas.
Responder
21 de Fevereiro de 2019
Ei aline tudo bem? Não sou veterinário,mas solucionei meu problema depois de longas pesquisas, esse verve se chama Dipylidium caninum e ela é combatida com remédios que contém o (Prazicantel),além de vc dar este medicamento vc vai ter que exterminar pulga e carrapado porque eles são seu hospedeiro intermediário, carregam seus ovos p intestino do animal.Eu combati o verme do meu passaro c (vermex plus )mas tem vários como( Natverm)(Drontal) bem como falei não sou veterinário fiz o tratamento com esse medicamento e obtive sucesso ,da uma analizada no que postei aqui da uma pesquisada é identificase é esse o verme do seu cachorro e boa sorte.
Responder
28 de Fevereiro de 2019
Adriano atalaia Obrigada, logo após lhe perguntar achei o nome e fui logo comprar o medicamento, dei a minha cadelinha, no mesmo dia fez cocô e as vermes já estavam mortas, remédio muito forte! Ela ficou 2 dias molinha, mas resolveu ;)
Responder
28 de Julho de 2020
Boa tarde será que posso dá para minhas galinhas esse remédio
Responder
28 de Fevereiro de 2019
Ei aline boa noite,fico feliz pelo resultado. Bom seria q vc continuasse o tratamento c mais uma verificação c 7 dias a partir da primeira dose ea outra c 15 dias a partir da segunda dose porquê pode correr o risco de ter ficado ovos do verme dentro do animal e retornar o ciclo novamente,após vermifugar séria de suma importância vc está medicando uma vitamina a sua escolha.
Responder
Ivan mendes Ivan mendes
Estudante
21 de Junho de 2019
Bom dia tenho uma galinha e trato gogo, dela caseira e roqueira uns três anos, e não sarou oq devo fazer?
Responder
4 de Agosto de 2019
Tenho 46 galinhas e 13 galos, criei desde pintinhod, mas ao mudar de sítio (à 2 meses) , percebo que agora apareceu um galo com muito mas muitos vermes no anus, tentei limpar mas estavam muito profundo como se estivessem tomado conta de toda parte interna dele. Meu marido sacrificou.
Estou com receio que venha acontecer o mesmo com as galinhas.
Responder
25 de Novembro de 2019
Olá boa tarde,moro na roça e tenho um cachorro pinscher.Observei esse tipo de verme nas fezes dele,já peguei ele comendo o cocô das galinhas daqui será que pegou delas?
Responder
10 de Abril de 2020
Bom dia! Estou tendo problemas de recontaminação de vermes , já mudei de princípio ativo umas 3 vezes , mas agora me indicaram o ripercol. Gostaria de saber a eficácia deste remédio e como devo aplicar , se injetável ou oral, para obter maior eficácia no tratamento.
Responder
20 de Abril de 2020
Estou com minhas galinhas com verme....ja me indicaram proverme, me aconselharam da a folha da bananeira, já dei mais ainda sim continua.. ..tipo quando elas vão fazer cocô, sai junto com as fezes uma verme enorme e fica pendurada no ânus, e daí, sobe novamente pra dentro do ânus...me ajudem por favor.
Responder
print
(19617)
(27)
Engormix se reserva o direito de apagar e/ou modificar os comentários. Veja mais detalhes
Comentar
Criar nova discussão :
Se essa discussão não abrange temas de interesse ou levanta novas questões, você pode criar uma outra discussão.
Consultar um profissional em particular:
Se você tem um problema específico, você pode executar uma consulta em particular a um profissional em nossa comunidade.
 
   | 
Copyright © 1999-2020 Engormix - All Rights Reserved