Brasil - Mallmann no Simpósio de Suinocultura: Reduzir o impacto das micotoxinas dos grãos

Data de publicação : 01/08/2008
Fonte : Eliana Panty, Assessoria SBSS

Tendências e novas tecnologias sustentáveis para a suinocultura vão estar em debate no SBSS - Simpósio Brasil de Suinocultura que será realizado no Centro de Cultura e Eventos de Chapecó , SC, de 13 a 15 de agosto de 2008

Um dos principais desafios dos profissionais que atuam na produção animal hoje em dia é assegurar a qualidade do milho e reduzir o impacto das micotoxinas dos grãos utilizados na ração . O prejuízo e a ação das toxinas , presentes em boa parte dos milho comercializado no Brasil, pode ser medido tanto na produção quanto na reprodução dos suínos, influenciando diretamente nos índices zootécnicos e produtividade.

Os últimos avanços no diagnóstico, controle e tratamento das intoxicações por micotoxinas serão apresentados na palestra “ Interação das micotoxinas e seus efeitos nos suínos” apresentada pelo Dr. Carlos Augusto Mallmann, Coordenador do Laboratório de Aná lises Micotoxicológicas (LAMIC) e Prof. Titular da Universidade Federal de Santa Maria (UFSM). Mallmann é hoje um dos maiores especialistas em micotoxinas do mundo, e já proferiu palestras sobre o tema em congressos e simpósios realizados em mais de 20 países.

O coordenador do Laboratório de Análises Micotoxicológicas- LAMIC/UFSM explica que hoje o Lamic realiza o controle de qualidade toxicológica e nutricional de aproximadamente 35% dos produtos da cadeia do agronegócio brasileiro, contando com sistema de gestão implantado, credenciado pelo Ministério da Agricultura Pecuária e Abastecimento (MAPA) e o único com acreditação do INMETRO, pela ISO-IEC 17.025 na área.

O palestrante atua hoje em consultorias técnicas, gerencial e de controle de qualidade, para as mais importantes empresas de produção de alimentos e nutrição brasileira e internacional, bem como, para organismos oficias como a FAO/ONU e Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento. A palestra “ Interação das micotoxinas e seus efeitos nos suínos” será apresentada no dia 14 de agosto.

Os principais desafios ambientais, sanitários e nutricionais para o desenvolvimento da suinocultura brasileira vão ser debatidos entre especialistas e profissionais do setor durante o Simpósio Brasil Sul de Suinocultura, realizado pelo Núcleo Oeste de Médicos Veterinários, com o apoio da Abraves – SC , Associação Brasileira de Veterinários Especialistas em Suínos- Regional de Santa Catarina, Prefeitura Municipal de Chapecó e Embrapa Suínos e Aves.

Apoio das empresas
Pela localização estratégica e importância econômica da suinocultura, o primeiro simpósio técnico de suinocultura realizado em Chapecó encontrou apoio imediato nas principais empresas do setor. Até agora mais de 30 empresas nacionais e multinacionais confirmaram participação nos debates. A programação do evento vai abordar aspectos fundamentais como sanidade, nutrição, reprodução , genética e manejo, e vai reunir especialistas brasileiros e estrangeiros .

O primeiro grande evento do agronegócio realizado no novo Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, vai contar com uma moderna e confortável estrutura para receber os participantes .Entre os patrocinadores estão empresas como Laboratório Cedisa, Vetanco, Polinutri, Vitamix, Ajinomoto, Alltech, Bayer , Biovet, DSM, Pfizer, Nutrifarma, Nutron, Poli Nutri, Ouro Fino, Farmabase, Merial, Sanphar, Brasilit – Saint Gobain, Ipeve, Vansil, Fatec, Ceva, Nutrifarms, Tectron, Hertape - Calier, Polysell, Mercolab, APC, Impextraco, FortDodge, Trouw Nutrition, Microvet, Bunge, Termoaves, Desvet, Sanex, Indukern e Neobrax.

O fato do Simpósio Brasil Sul de Suinocultura ser realizado no coração da produção nacional de suínos, Chapecó-SC, próximo das maiores regiões produtoras aves, suínos e grãos do país ,colaborou para o apoio e participação dos profissionais.Outra vantagem é estrutura para sediar grandes eventos do agronegócio, com participação efetiva de agroindústrias e cooperativas . A palestra de abertura com o tema "Grãos no mercado de carne" será apresentada pelo Diretor Presidente da Coopavel Dilvo Grolli que vai abordar os principais fatores para o crescimento da demanda por grãos e polêmica competitividade com a produção de combustíveis.

 
remove_red_eye 1412 forum 0 bar_chart Estatísticas share print
Compartilhar :
close
Ver todos os comentários
Serviços Profissionais
Adriano Olnei Mallmann Adriano Olnei Mallmann
Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil
Luiz Celso Hygino Da Cruz Luiz Celso Hygino Da Cruz
Rio de Janeiro, Rio de Janeiro, Brasil
CA Mallmann CA Mallmann
Santa Maria, Rio Grande do Sul, Brasil
Robson Pierre Robson Pierre
Sarandi, Rio Grande do Sul, Brasil
 
   | 
Copyright © 1999-2019 Engormix - All Rights Reserved